Homens nus e mulheres nuas na objectiva de Greg Friedler



 Fotografia Greg Friedler Homens Mulheres Nus Pessoas Sexo

Os modelos profissionais estão à vontade com o seu corpo; trabalham-no e estão habituados a mostrá-lo. Talvez por isso os fotógrafos os procurem: conhecem as poses, as expressões, os tiques; facilitam-lhes a tarefa. Mas nem só os corpos de homens e mulheres esculturais atraem os fotógrafos que, recentemente, parecem ter descoberto os corpos das pessoas comuns. Greg Friedler é um desses fotógrafos.

O que procura então um fotógrafo no corpo nu de uma pessoa comum, idosa ou desleixada, tão distante de uma Vénus ou de um Adónis mitológicos? Onde está a beleza, onde está a arte, onde está o pudor? Há algo de genuinamente belo numa nudez não ensaiada, espontânea, de alguém na sua intimidade e fragilidade. Muito mais do que o corpo aparece então nessas imagens que, filtradas pela objectiva de um bom fotógrafo, revelam um pouco da alma humana.

Provavelmente essa será a explicação para a resposta quase entusiástica de centenas de pessoas anónimas de todas as idades, raças e condições ao apelo de Greg Friedler para o seu próximo trabalho intitulado Naked Las Vegas, onde se propõe tirar duas fotografias a cada um dos voluntários residentes na cidade, uma em trajes normais, a outra nua, apresentadas lado a lado.

Este é quarto trabalho que realiza com este teor. Precedem-no Naked New York, Naked Los Angeles e Naked London. É curioso o percurso do artista, um reputado fotógrafo de moda e de charme, que agora volta a sua atenção para aspectos mais conceptuais. E, tal como Friedler, outros fotógrafos da beleza e da nudez, talvez cansados de jogos formais, da arte pela arte, dos corpos de "plástico", viram-se também para o "conteúdo". Fenómeno de moda ou desencanto e manifesto numa sociedade que apregoa cegamente o culto do corpo?

 Fotografia Greg Friedler Homens Mulheres Nus Pessoas Sexo

 Fotografia Greg Friedler Homens Mulheres Nus Pessoas Sexo

 Fotografia Greg Friedler Homens Mulheres Nus Pessoas Sexo

Procure aqui mais informações deste género

Link

seven

Co-fundador e ex-colaborador do obvious, actualmente retirado, foi responsável durante bastante tempo pela definição da linha editorial. Concebeu e coordenou a transição do blog para o formato de magazine.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v13/s
 
Site Meter