MailRail - o correio subterrâneo de Londres


 Correio Metropolitano Subterraneo Londres Mail Rail Comboio Trem Cartas Encomendas

Em Londres existe um sistema subterrâneo de distribuição de correio que serviu a cidade durante cerca de 140 anos, o MailRail. Este facto, tão surpreendente, é desconhecido da maioria das pessoas. A infraestrutura é equiparável a um mini-metropolitano, com pequenas carruagens que se deslocam em túneis de aproximadamente 2 metros de diâmetro, como se fossem vagonetas no interior de uma mina, o que se percebe dada a tradição mineira inglesa. Parece um brinquedo, mas o correio chegava realmente a horas ao destino - isto sim, é para nós verdadeiramente surpreendente!

A ideia surgiu bem atrás no tempo, corria o ano de 1855, e consistia basicamente num túnel sujeito a vácuo com uma linha férrea no seu interior. As carruagens seriam movidas pela sucção provocada por um compressor de ar fixo numa das extremidades do túnel. Este sistema rebuscado parecia no entanto bastante exequível aos olhos do seu autor, Thomas Rammell, e levou-o inclusivamente a fundar a Pneumatic Despatch Company, em 1859.

Após a construção de um pequeno troço experimental e da realização de alguns testes, a ideia revelou-se eficaz e propôs-se a ampliação da linha. O primeiro ramal ligando dois postos dos Correios foi então inaugurado com pompa e circunstância a 15 de Janeiro de 1863, passando a linha a ter um tráfego diário de 70 vagonetas. Cada viagem de um posto a outro demorava pouco mais de um minuto e aí permanecia o tempo estritamente necessário para a carga e descarga da mercadoria, voltando a partir de seguida.

 Correio Metropolitano Subterraneo Londres Mail Rail Comboio Trem Cartas Encomendas Inauguração do primeiro ramal em 1865 e vagoneta da época

 Correio Metropolitano Subterraneo Londres Mail Rail Comboio Trem Cartas Encomendas Obras de electrificação da linha de 1915 a 1924

 Correio Metropolitano Subterraneo Londres Mail Rail Comboio Trem Cartas Encomendas Composições eléctricas em 1930

 Correio Metropolitano Subterraneo Londres Mail Rail Comboio Trem Cartas Encomendas Composição de 1962 e estação de Mount Pleasant

O MailRail funcionou bem durante alguns anos e foi até melhorado com novas vagonetas um pouco maiores. No entanto a evolução dos meios de transporte à superfície retirou-lhe a vantagem que possuía. Depois de algumas hesitações resolveu-se adoptar um novo sistema de propulsão eléctrico. Estávamos ainda em 1895 mas a adaptação da linha só se iniciou em 1915 para ficar totalmente concluída em 1927. Pelo meio houve a Primeira Guerra Mundial e durante este tempo os túneis e estações serviram como abrigo, nomeadamente de obras de arte (grande parte do acervo da Tate Gallery foi guardada nestes locais). O mesmo aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial mas durante este período continuou a funcionar, parando entre as 23h00 e as 7h00.

 Correio Metropolitano Subterraneo Londres Mail Rail Comboio Trem Cartas Encomendas

Depois da guerra o correio subterrâneo conheceu o seu ponto mais alto. Funcionava em três turnos durante 19 a 22 horas por dia, excepto domingos, altura reservada à manutenção da linha e das composições de vagonetas. Somente no último quartel do século passado começou a perder importância e a acumular prejuízos, que ditaram a sua morte adiada. Estações e ramais foram sendo fechados uns após outros até ao encerramento total, ocorrido em Março de 2003. O famoso sistema é agora um silencioso complexo de túneis abandonados onde apenas correm comboios-fantasma...

 Correio Metropolitano Subterraneo Londres Mail Rail Comboio Trem Cartas Encomendas

Quem desejar conhecer mais detalhadamente o MailRail encontra dois links interessantes aqui e aqui (em inglês).


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/tecnologia// @obvious, @obvioushp //seven
Site Meter