Uma história em seis palavras


 Hernest Hemingway Historias Pequenas Seis Palavras

Normalmente não costumo fazer artigos tão pessoais mas, o artigo de ontem do Luís Soares, a propósito do tempo de uma história, fez-me lembrar algo. No meio de tanta tecnologia e tanto mediatismo parece que tudo tem um tempo óptimo para que se cumpra um objectivo, seja ele comercial ou de mera promoção pessoal.

Do ponto de vista tecnológico, onde me sinto mais à vontade, há diversas nuances que recheiam esta temática, com um especial enfoque na forma como novos meios de comunicação são assimilados pela sociedade. No entanto, não é do aspecto tecnológico que quero falar-vos. O artigo do Luís lembrou-me algo que li sobre Hernest Hemingway que, certa vez, foi incitado a escrever uma história completa com apenas seis palavras. Alguns acham que foi na sequência de uma aposta, outros que terá sido um desafio literário para outros autores.

Hemingway escreveu então um história com seis palavras e chamou-lhe o seu melhor trabalho de sempre.

Vende-se: sapatos de bebé, nunca usados.

Pergunto. Quantas palavras usamos para contar uma história? Por vezes a essência é tão forte que, basta muito pouco para mostrar os contornos e a emoção de uma história.

E você? É capaz de contar uma história em seis palavras? Deixe-a aqui, em jeito de comentário.


obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //obvious magazine