A América perdida - por Troy Paiva


 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

Troy Paiva é um fotógrafo como poucos. Morador em São Francisco, durante anos ele vagueou à noite por ruas, becos e locais abandonados, como um verdadeiro explorador urbano. Em idos anos 80, frequentando aulas de fotografia, ele se apaixonou pela técnica de "pintura com luz". Tempo de exposição prolongado, gelatina colorida, flash, luz natural, enfim, toda a técnica que ao ser mesclada, garante resultados fantásticos, com cores e revelações espetaculares.

Assim ele começou a juntar todo o seu know-how de explorador de cidades e locais ermos com as possibilidades infinitas que a escuridão da noite e sua técnica em fotografia poderiam lhe dar e, em 1998, criou o lost in america. Há quase 10 anos ele publica fotos incríveis de objetos e locais abandonados e esquecidos pelo tempo. O livro "Lost in America" foi lançado em 2003, com 145 páginas recheadas de fotografias coloridas e pb. Uma visão genial de um fotógrafo solitário, que consegue tirar do abandono e da decadência registros extremamente marcantes.

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores

 Fotografia Deserto America Abandonado Luz Cores


andré montejorge

é publicitário, tem dois filhos e ama cozinhar. Edita o Bem Legaus além de colaborar com alguns blogs de várias nacionalidades. Pretende virar chef de cozinha e quem sabe manter um blog sobre culinária.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/fotografia// @obvious, @obvioushp //andré montejorge