Furoshiki - a arte do embrulho


 Furoshiki Embalagens Embrulhos Lencos Tecido Japao Transporte Dobragens

Antes do Japão se ter tornado uma sociedade de consumo e esbanjar furiosamente sacos de plástico para transportar todo e qualquer objecto, era tradicional usar-se para esse fim pequenos lenços de seda ou algodão denominados furoshiki. Pensa-se que a utilização deste sistema de acondicionamento e transporte tem origem nos banhos públicos, durante o período Edo, para onde as pessoas levariam a sua muda de roupa dobrada e embrulhada numa trouxa.

Com o tempo o costume perdeu-se e as famigeradas e poluentes embalagens descartáveis, como os sacos plásticos, impuseram-se. A arte do furoshiki viu-se então confinada ao embrulho decorativo de prendas e outros objectos mas adquiriu novas possibilidades. Outros tipos de tecido foram utilizados e explorou-se mais a dimensão estética. Recentemente, as preocupações ambientais trouxeram um novo fôlego à arte do embrulho, pois os tecidos são um material reutilizável em novas embalagens.

Hoje em dia os furoshiki são utilizados vantajosamente e criativamente em detrimento das embalagens descartáveis. Podemos vê-los em todo o tipo de situações, inclusivamente para transportar o nosso farnel após uma visita ao take-away ou para guardar o nosso portátil...

 Furoshiki Embalagens Embrulhos Lencos Tecido Japao Transporte Dobragens


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 2/s/recortes// @obvious, @obvioushp //seven