Luz dos ventos


 Design Ambiente Luz Ecologia Vento Energia Firewinder

Em tempos de busca por formas diferentes de energia e aproveitamento benéfico dos insumos naturais, o Firewinder é uma idéia fantástica. Criação de Tom Lawton, um jovem inventor inglês, este incrível espiral com LEDs nas bordas faz algo que embora pareça fácil, exigiu muita pesquisa e trabalho árduo: gerar luz com a força do vento. Entenda-se transformar um objeto em uma fonte luminosa, usando apenas a energia eólica.

Depois de muitas experiências com especialistas, testes e exaustivas tentativas frustradas, finalmente o Firewinder foi transformado em algo real. E comercial. Sua pré-venda já começou e ele promete ser um sucesso, levando iluminação gratuita e "limpa" a qualquer parte do planeta onde sopre uma pequena brisa. Feito inteiramente com materiais recicláveis e sem exigir nenhum outro tipo de energia, seu movimento giratório vai encantar o mais radical dos ambientalistas.

 Design Ambiente Luz Ecologia Vento Energia Firewinder

 Design Ambiente Luz Ecologia Vento Energia Firewinder

O Firewinder aumenta sua intensidade conforme a força do vento (que pode soprar em qualquer direção) e o efeito visual é maravilhoso. Além de iluminar perfeitamente, ele garante um verdadeiro espetáculo noturno, parecendo flutuar. O formato helicoidal semelhante a um nautilus, faz com que seja inclusive, confundido com uma peça de decoração durante o dia. Sua versatilidade permite que seja utilizado tanto em um grande centro urbano quanto no mais remoto ponto do planeta.

Uma curiosidade a respeito de sua concepção é que em 2006, em uma viagem para Java, na Indonésia, Tom conversou com um professor Budista. Bastante entusiasmado e interessado com a criação, ele fez apenas uma ressalva: que o Firewinder fizesse sempre movimentos no sentido horário. Isso garantiria que ao girar, evocasse apenas "bons espíritos". Ou seja, boa luz!

 Design Ambiente Luz Ecologia Vento Energia Firewinder


andré montejorge

é publicitário, tem dois filhos e ama cozinhar. Edita o Bem Legaus além de colaborar com alguns blogs de várias nacionalidades. Pretende virar chef de cozinha e quem sabe manter um blog sobre culinária.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/design// @obvious, @obvioushp //andré montejorge