As cidades desenhadas


 Banda BD Cidades Desenhada Desenhos Historias HQ Quadrinhos

Agora que findou a saga das cidades aqui no obvious - as nossas cidades - talvez se possa falar das cidades dos outros, ou vistas pelos outros. Um dos lugares onde sempre ocuparam especial protagonismo foi no cinema. Lembremo-nos apenas da incontornável Metrópolis, de Fritz Lang. Mas as cidades também fascinaram desde sempre os pintores e desenhadores, da Vista de Delft, de Vermeer, aos desenhos utópicos da arquitectura futurista. Mais recentemente, a Banda Desenhada (Histórias em Quadrinhos) deu-nos algumas das mais poéticas visões de cidades, um imaginário rico e povoado de mundos que apenas existem no papel. Fiquemos com alguns deles...

 Banda BD Cidades Desenhada Desenhos Historias HQ Quadrinhos Em 1970 a primeira aventura de Valérian, o agente espácio-temporal, criação de Mézières e Christin, situava-se num futuro não muito distante: 1986. Chamou-se "A cidade das águas movediças". Por essa altura, um cataclismo nuclear derretera a calote polar árctica e o nível das águas em todo o globo subiu vários metros. Toda a acção desta aventura decorre numa Nova Iorque fantasmagórica, meia submersa e quase totalmente abandonada, com os seus prédios arruinados a emergir do mar como estacas num emaranhado de vegetação tropical e aves esvoaçantes. Ficou a imagem simultaneamente bela e assustadora da a big apple transformada numa mega-Veneza do futuro.

 Banda BD Cidades Desenhada Desenhos Historias HQ Quadrinhos Alguns anos mais tarde (depois do futuro não cumprido de 1986) o mesmo autor, Christin, criou em associação com Enki Bilal uma fábula social intitulada "A cidade que não existia", onde a população de Jadencourt trabalha para construir uma cidade ideal e imaculada, que é assim conservada dentro de uma bolha, posta entre parêntesis para com o mundo.

 Banda BD Cidades Desenhada Desenhos Historias HQ Quadrinhos Mais tarde ainda, o mesmo Bilal imagina sozinho uma outra cidade ainda mais fabulosa. Trata-se de Equador City, cidade do Centro-Leste Africano situada na linha do Equador e caso único na história da climatologia, onde a temperatura estabilizou a 21º C negativos. Este fenómeno é provocado por um tornado glaciar de efeito vertical denominado "chaminé" responsável pela criação de uma zona micro-climática mesmo no centro da cidade, em contraste com o clima quente desértico da restante região. "Frio Equador" passa-se no ano de 2023. As imagens poderosas deste livro e dos dois anteriores que integram a mesma saga deram origem ao filme "Imortal".

 Banda BD Cidades Desenhada Desenhos Historias HQ Quadrinhos Numa das suas aventuras, Lone Sloane, um herói do futuro criado por Philippe Druillet e Jacques Lob, viaja até ao planeta Delirius, que dá o nome à história. O planeta é composto por um único continente que não é mais do que uma imensa cidade contínua com sete milhões de quilómetros quadrados, tumultuosa e fervilhante de infraestruturas dedicadas ao prazer - casinos, recintos de jogos, bordéis... Delirius é o centro da galáxia, uma cidade de dinheiro, violência e corrupção. Tudo pareceria já visto não fossem os extraordinários desenhos do seu autor...

 Banda BD Cidades Desenhada Desenhos Historias HQ Quadrinhos Por fim, não uma história mas uma série obrigatória que, para os apreciadores deste género, dispensa apresentações: "As cidades obscuras", de Schuiten e Peeters. Todos os álbuns desta saga contêm histórias independentes embora haja aventuras diferentes passadas na mesma cidade. Personagens, edifícios, detalhes e diversas alusões subtis passam de umas histórias para as outras. Os ambientes são deliciosamente retro, os argumentos cheios de poesia e os desenhos belíssimos.


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 4/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //seven