Duesenberg J


 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg J, Le Baron Convertible (1929)

Em 1913 os irmãos Fred e August Duesenberg criaram uma empresa destinada a construir automóveis de corrida, a que deram o seu nome. Os veículos possuiam grande qualidade técnica e mecânica e, como sucedia em muitas marcas dessa época, eram montados manualmente, o que lhes trouxe grande reputação. Não obstante, quando decidiram comercializar um automóvel de passageiros, o modelo A, as vendas foram escassas e a empresa entrou em colapso financeiro. Foi então comprada por Errett Lobban Cord, o proprietário das marcas Cord e Auburn, cujo objectivo era produzir automóveis de grande luxo. E, em1929, potentes motores debaixo de sumptuosas carroçarias começaram a sair das linhas de montagem: o Duesenberg J estava prestes a tornar-se no mais fabuloso dos carros americanos.

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg J, La Grande Dual Cowl Phaeton (1929)

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg J, Imperial Cabriolet (1930)

O modelo esteve em produção até 1937, data em que a empresa cessou a laboração. Nestes escassos anos um sem número de versões foram criadas, a maioria por encomenda, qual delas a mais luxuosa e imponente. Os clientes eram necessariamente indivíduos de posses, gente ligada ao cinema, à política ou a outras actividades altamente rentáveis, como estadistas, nobres e até chefes da máfia. Não se "comprava" um Duesenberg; normalmente adquiria-se um chassis que depois era "personalizado" segundo os caprichos do cliente. Só para se ter uma ideia, saiba-se que, enquanto que o Ford T custava menos de $300, apenas o chassis do Duesenberg J custava cerca de $8500 e o veículo completo podia ultrapassar os $15000.

As elevadas potências características destes motores eram conseguidas graças à utilização de compressores, e tinha de ser assim de modo a mover as pesadas carroçarias, algumas a pesar 2500 Kg. Nestas versões, denominadas SJ (S de Supercharged), os valores atingiam os 265 Cv e podiam levar qualquer um destes automóveis aos 225 Km/h, valores excepcionais para a época.

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg J, Speedster Weymann (1931)

Mas, além da potência, o que fez a aura dos Duesenberg J foram as carroçarias. Profissionais desta arte, alfaiates do automóvel como Bohman & Schwartz, Le Baron, Brunn, Murphy, Rollston ou Weymann fizeram as mais belas carroçarias que algumas vez se viram, todas grandiosas e resplandecentes. Não deixa de ser paradoxal que este luxuoso automóvel tenha surgido precisamente numa das fases mais negras da história dos EUA, a época da Grande Depressão, da Lei Seca e do crime organizado. Talvez por isso ainda hoje olhemos para ele como o carro dos gangsters...

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg SJ, Boattail Speedster (1932)

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg SJ, Bohman & Schwartz Coupe (1932)

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg SJ, Twenty Grand (1933)

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg SJ, Mormon Meteor Speedster (1935)

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia

 Automoveis Carros Duesenberg J Luxo Potencia Duesenberg SSJ (1936)


version 2/s/design// @obvious, @obvioushp //seven