Fotografias do Cosmos


 Astronomia Ciencia Cosmos Espaco Estrelas Galaxia Imagens NASA Planetas Universo

A Nebulosa NGC 6543, também conhecida como Olho de Gato, situa-se a três milhões de anos luz da Terra. A imagem é proveniente do telescópio Hubble e foi trabalhada de modo a apresentar com mais nitidez os detalhes e a variação cromática. No centro, correspondente à pupila do olho, pode ver-se uma estrela idêntica ao nosso Sol na sua fase terminal produzindo anéis concêntricos de poeira. É o que nos espera daqui a 5 biliões de anos.....

 Astronomia Ciencia Cosmos Espaco Estrelas Galaxia Imagens NASA Planetas Universo

Esta imagem da Nebulosa Cabeça de Cavalo foi obtida por um observatório situado no Novo México, nos EUA. Durante sete horas fixaram esta região do espaço filtrando todas as radiações de modo a captar apenas o comprimento de onda específico do vermelho, emitido pelo hidrogénio. O padrão formado pelos tons de vermelho corresponde a nuvens de poeira e de gás esculpidas por ventos estelares causados pela explosão de Supernovas.

 Astronomia Ciencia Cosmos Espaco Estrelas Galaxia Imagens NASA Planetas Universo

Mais uma imagem obtida pelo telescópio Hubble e que nos ajuda a entender o processo de formação das estrelas. Habitualmente apenas são visíveis as maiores e mais brilhantes estrelas mas esta fotografia da região LH 95, de muito alta resolução e gama cromática específica, consegue revelar pequenas estrelas jovens, em tons de amarelo. Também é visível uma mancha azul difusa correspondente a nuvens de gás aquecido por estas estrelas e ainda uma poeira escura criada por outras estrelas.

 Astronomia Ciencia Cosmos Espaco Estrelas Galaxia Imagens NASA Planetas Universo

A Galáxia M 104 é famosa pela sua forma peculiar: os pontos luminosos das estrelas acumulam-se na periferia enquanto que o interior é composto por um círculo de poeira escura. Vista de determinada perspectiva lembra um chapéu mexicano. Também esta imagem do Hubble foi editada para iluminar e permitir ver com mais detalhe a região central. Com um comprimento de 50 000 anos-luz e uma largura de 28 000, esta é uma das maiores galáxias do seu grupo.

 Astronomia Ciencia Cosmos Espaco Estrelas Galaxia Imagens NASA Planetas Universo

Isto é o resultado da explosão de uma estrela. A Nebulosa do Caranguejo, produto da explosão de uma Supernova vista no ano de 1054, possui numerosos pequenos fragmentos filamentosos que aparentam ter menos massa do que a expelida inicialmente e também uma velocidade superior à esperada. No centro da nebulosa encontra-se um pulsar, uma estrela de neutrões com a massa do nosso Sol mas apenas do tamanho de alguns quilómetros, que roda cerca 30 vezes por segundo.

Tradução livre do texto no site da APOD.


version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //seven