Miroslav Tichý: marginal, fotógrafo e "voyeur"


 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo

Até há três ou quatro anos este nome era praticamente desconhecido. Foi descoberto quase por acaso e rapidamente se tornou um fenómeno no mundo da arte e da fotografia. Quem é afinal Miroslav Tichý? É um velho andrajoso que optou por uma vida marginal após diversas vicissitudes que lhe foram impostas pela guerra e pelo regime totalitário do seu país, a ex-Checoslováquia. Se bem que o seu aspecto de vagabundo possa sugerir alguém derrotado, Tichý manteve sempre um espírito livre e resistente, recusando em todos os sentidos colaborar com o "sistema". Fotografar foi, de certo modo, uma manifestação desse inconformismo.

Tichý começou a fotografar nos anos '60, após ter passado uma temporada na prisão por motivos políticos. Foi nesta altura que assumiu a sua marginalidade e negligenciou definitivamente o seu aspecto físico. Em coerência, a tudo na actividade de fotógrafo se tornou também marginal, desde o próprio equipamento rudimentar, construído com pedaços de sucata, até ao próprio acto de capturar as imagens, feito de modo furtivo, escondido, como um voyeur.

 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo

 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo

E o que fotografava ele? Mulheres. Perseguiu-as obsessivamente. Fez centenas de registos - chegou a impor a si próprio uma norma: 100 fotografias por dia. As modelos involuntárias do seu universo feminino eram mulheres apanhadas a passear na rua ou a tomar banhos de sol. Por vezes não se apercebiam disso; de outras vezes protestavam e zangavam-se; outras, deixavam-se fotografar com complacência. Rostos, bustos e pernas dominam os enquadramentos crus e espontâneos, revelando um erotismo sofisticado e surpreendente.

Dos numerosos negativos que fazia apenas revelava alguns - uma única cópia - e colava-os em cartões onde desenhava molduras e efeitos decorativos com lápis. Nódoas diversas, propositadas ou não, acrescentavam-lhe patine e um aspecto estranhamente melancólico. Todo este conjunto de fotografias acaba por expressar qualidades poéticas extraordinárias, facto a que não é estranha a formação artística de Tichý na Academia de Artes de Praga e a sua adesão ao Expressionismo, durante a sua juventude. E o que é ainda mais extraordinário é que as fez para si, para seu desfruto pessoal, como excluído e independente que sempre foi.

 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo

 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo

 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo

 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo

 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo

 Erotismo Fotografia Miroslav Mulheres Tichy Voyeur Erotismo


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 2/s/fotografia// @obvious, @obvioushp, eros //seven