Um jardim infantil nas nuvens


 Arquitectura Arquitetura Jardim Infantil Criancas Doentes Hospital Holanda

Foi a pensar nas crianças e sobretudo nas que estão doentes e necessitam de ser internadas que nasceu o projecto Kinderstad, literalmente cidade infantil. A ideia é, pois, retirar dos hospitais as crianças que se encontrem naquela situação e proporcionar-lhes um ambiente onde possam simultaneamente receber os tratamentos e, dentro do possível, fazer as suas actividades normais e esquecer que estão doentes. Esta pequena diferença pode ser decisiva para a recuperação das crianças.

obvious

De facto, nada no interior do Kinderstad nos lembra um hospital. A atmosfera é serena e repousante e a sensação de clausura que frequentemente é sentida nos espaços hospitalares está ausente devido aos amplos envidraçados. Como num quadro de Vermeer, a luz e o céu holandeses entram e são reflectidos pelos painéis de vidro e pelo titânio da estrutura.

Também o espaço está organizado de uma forma invulgar, como uma verdadeira cidade para crianças com casas, ruas e candeeiros. A grande escadaria central que liga os dois níveis é, na verdade, um teatro; várias "caixas", revestidas com motivos naturais (troncos de árvores, gotas de água, rochas, musgo, etc.) são afinal locais de brincadeira com o cockpit de um avião, um mini-campo de futebol, um estúdio de rádio/televisão, vídeos e jogos de computador, entre outros.

 Arquitectura Arquitetura Jardim Infantil Criancas Doentes Hospital Holanda

 Arquitectura Arquitetura Jardim Infantil Criancas Doentes Hospital Holanda

 Arquitectura Arquitetura Jardim Infantil Criancas Doentes Hospital Holanda

 Arquitectura Arquitetura Jardim Infantil Criancas Doentes Hospital Holanda

 Arquitectura Arquitetura Jardim Infantil Criancas Doentes Hospital Holanda


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/arquitetura// @obvious, @obvioushp //seven