Futurama 2 - vinte anos mais tarde...


 1964 Feira Futurama Futuro General GM Iorque Motors Mundial Nova Tecnologia USA Espaco

Em 1964, a Feira Mundial regressou a Nova Iorque, cerca de 20 anos volvidos sobre o primeiro evento. Aproveitando o ensejo, a GM marcou novamente presença com o seu pavilhão onde voltou a visitar o futuro com a exposição Futurama II, numa versão actualizada e melhorada. Desta vez, porém, a sua previsão não teve o alcance de duas décadas da anterior edição, nem o tema se limitou às cidades e às estradas: o futuro que se propôs idealizar situou-se à distância de 60 anos, em 2024, e o mundo imaginado contemplou a conquista espacial, na qual a nação americana se lançava então com todas as suas forças e entusiasmo.

Tal como na primeira edição, a exposição estava albergada num edifício cujas linhas futuristas e aerodinâmicas lembravam a nave estelar Enterprise, da série StarTrek. O ritual de visita mantinha-se, com o público a percorrer o espaço sentado em cadeiras que rolavam sobre uma linha de comboio, de onde podia observar os enormes modelos à escala reduzida e os diaporamas que eram exibidos. Havia simulações de cidades subaquáticas, de bases na Antárctica e até na Lua. Ainda sem qualquer consciência ecológica, mostravam-se orgulhosamente grandes desflorestações na selva amazónica para construir estradas e cidades, bem como zonas de cultivo nos desertos.

 1964 Feira Futurama Futuro General GM Iorque Motors Mundial Nova Tecnologia USA Espaco

 1964 Feira Futurama Futuro General GM Iorque Motors Mundial Nova Tecnologia USA Espaco

 1964 Feira Futurama Futuro General GM Iorque Motors Mundial Nova Tecnologia USA Espaco

 1964 Feira Futurama Futuro General GM Iorque Motors Mundial Nova Tecnologia USA Espaco

 1964 Feira Futurama Futuro General GM Iorque Motors Mundial Nova Tecnologia USA Espaco

 1964 Feira Futurama Futuro General GM Iorque Motors Mundial Nova Tecnologia USA Espaco

Mais de 26 milhões de pessoas visitaram esta exposição única e, tal como na primeira edição, recebiam uma tarjeta dizendo "Eu vi o futuro". E, provavelmente, muitos dos que viram o futuro em 1964 não sobreviverão para ver o futuro de 2024; os que lá chegarem, todavia, já não esperam por certo encontrar o mundo maravilhoso e perfeito que lhes prometeu a visão optimista de Futurama.


version 1/s/tecnologia// @obvious, @obvioushp //seven