Quando os actores se poem a cantar...


 Actores Cantor Musica Cinema Humor Voz Interpretacao

Desde que o cinema deixou de ser mudo que a música se tornou uma presença constante em qualquer filme. Não nos referimos apenas à elementar banda sonora mas sobretudo às canções. O que faz um actor ou actriz, treinado na nobre arte da representação, quando lhe surge um papel em que tem de cantar? A resposta é simples: é dobrado por um profissional do canto. Vemos então a nossa estrela de cinema a mexer os lábios enquanto ouvimos a voz melodiosa de outra pessoa. Não se pode ser bom em tudo. Lamentavelmente, porém, alguns actores não são da mesma opinião e acham que possuem belos dotes vocais que fazem questão de exibir perante o espectador. Alguns lançam-se mesmo em temerosas aventuras discográficas que têm tanto de efémero como de ridículo. Um camelo cantaria melhor...

O inexpressivo Leonard Nimoy, famoso pelas suas orelhas em bico na personagem de Mr. Spock de Star Trek (O Caminho das Estrelas em Portugal, Jornada nas Estrelas no Brasil) convenceu-se (ou alguém o convenceu) de que se podia representar também podia cantar. Num ápice, teletransportou-se para um estúdio de gravação e produziu uma pérola musical chamada "Ballad of Bilbo Baggins" (até custa a pronunciar), com direito a videoclip e tudo. Beam me up Scotty e tirem-me deste filme...

O simpático Mr. T conheceu o sucesso na série televisiva Esquadrão Classe A; o mesmo não se pode dizer da música, onde só poderá ser classificado na classe Z... A sua mensagem é bem intencionada: devemos tratar bem a nossa mãe. Certo. "Treat your mother right" é pois o nome do tema que o musculoso actor interpreta acompanhado de um coro feminino (presume-se que sejam mães ou, pelo menos, filhas) e de uma batida possante, a lembrar Prince na sua melhor fase. Reparem como ele saca o microfone de trás das costas e o empunha com determinação.

Mas nem todos os actores têm voz de cana rachada e cantam como se estivessem a ter um ataque de asma. O multifacetado Clint Eastwood sempre gostou de fazer tudo sozinho nos seus filmes. Também cantou, por isso, e, apesar de não ser nenhum virtuoso da voz, não se saiu nada mal. Podem vê-lo e ouvi-lo a cantar "When I Sing about You" no filme Honky Tonk Man.


seven

Co-fundador e ex-colaborador do obvious, actualmente retirado, foi responsável durante bastante tempo pela definição da linha editorial. Concebeu e coordenou a transição do blog para o formato de magazine.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x2
Site Meter