Um cão biônico


 Animais Biologia Bionica Cao Membros Pernas Tecnologia Bichos

O parrudo animal de pouco mais de oito anos, teve câncer ano passado e precisou amputar uma de suas patas dianteiras. Temendo que os outros membros não fossem fortes o suficiente para suportar o peso do cachorro, a idéia de sacrificá-lo parecia a mais natural para os veterinários. Não para Reg Walker, o determinado dono de Coal.

Empenhado em evitar que seu amado cão fosse morto, ele não titubeou em gastar mais de 10.000 libras em uma "perna biônica". A sofisticada prótese foi projetada de forma a ser compatível com os tecidos do animal. Graças a liga de titânio da qual ela é feita, ossos e pele crescem ao redor do novo membro, sem que o organismo o rejeite. Foi a segunda vez que um animal recebeu um tipo complexo de "perna biônica" como esta, testada anteriormente em um sobrevivente dos ataques terroristas de 7/7 (de 2005) em Londres.

 Animais Biologia Bionica Cao Membros Pernas Tecnologia Bichos

 Animais Biologia Bionica Cao Membros Pernas Tecnologia Bichos Coal hoje tem uma vida normal e vai para todos os lugares com seu dono e sem dúvida, melhor amigo. A todos os lugares mesmo, pois Reg Walker é guarda de segurança da indústria musical e tem permissão para entrar com Coal em emissoras de TV e vários outros locais. Ele é até hoje o único cachorro a ter ido ao backstage do Royal Albert Hall, a famosa sala de espetáculos inaugurada em 1871 em South Kensington, Londres. Mais uma vez temos a certeza de que os animais de estimação são especiais demais e quem pode faz de tudo para ter por mais tempo seus amados bichinhos; sem dúvida, verdadeiros membros da família.


andré montejorge

é publicitário, tem dois filhos e ama cozinhar. Edita o Bem Legaus além de colaborar com alguns blogs de várias nacionalidades. Pretende virar chef de cozinha e quem sabe manter um blog sobre culinária.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/tecnologia// @obvious, @obvioushp //andré montejorge