Os anos 80 e os filmes em série - Parte I


80 cinema filmes galaxia estrelas regresso futuro karate kid Indiana Jones fantasma Montagem de Bruna Bites

Este artigo é contributo de uma leitora do obvious. Cecília Barroso é uma mistura de sentimentos e emoções. Escreve o blog Cenas de Cinema. Cinéfila, quase cantora e quase escritora é fascinada pela arte em todas as suas representações. Saiba como publicar um artigo

Numa época onde as mulheres usavam ombreiras até em blusa de malha, os relógios mudavam de pulseira para combinar com a cor da roupa, os cabelos eram muito cortados na frente e enormes atrás e um dos consoles de jogos mais vendidos era o Atari, o cinema presenteou os espectadores com filmes tão bons que a paixão por eles dura até hoje em muitas pessoas.

Nos anos 80 muita coisa aconteceu no mundo cinematográfico, inclusive mais de uma vez. A quantidade de trilogias e filmes em série foi bem abundante. Com continuações que não demoravam a chegar às telonas e personagens que quase ficavam íntimos do público, muitos foram os sucessos de mais de um episódio.

Além de gerar muito dinheiro para os estúdios de Hollywood e para os fabricantes de quinquilharias baseadas em filme, é claro, muitas das continuações eram esperadas com ansiedade e muitos dos ingressos já estavam esgotados antes mesmo da data de estréia.

Leia a segunda parte deste artigo.

"Há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante"

Apesar do primeiro filme não ser da década de 80, "Guerra nas Estrelas" (1977) foi o primeiro episódio de uma série que se consolidou com o lançamento de outros dois títulos, "O Império Contra Ataca" (1980) e "O Retorno de Jedi" (1983).

O criador da história, George Lucas, escreveu as primeiras versões de sua história a lápis e depois contratou um roteirista para adequar o texto. Nela, um jovem, Luke Skywalker, ao comprar dois andróides, envolve-se com uma complexa guerra intergalática e acaba descobrindo as verdades sobre sua origem.

Depois do último episódio, porém, a história por trás de um de seus personagens: Darth Vader, um dos mais conhecidos e citados vilões do cinema, deixou aquele gostinho de quero mais.

Na verdade, a trilogia filmada entre 76 e 83 era o final da série. A origem dos Skywalkers só foi contada 20 anos depois, quando o começo da história foi filmado, mas sem agradar tanto ao público.

Além dos lucros com a exibição dos filmes, a série Guerra nas Estrelas vendeu muitas camisetas, máscaras de Darth Vader, imitações dos sabres de luz, revistas, livros, jogos e se tornou um clássico.

"Eu prefiro Indiana"

Criado pela dupla Steven Spielberg e George Lucas, Indiana Jones é um professor universitário e arqueólogo aventureiro nos momentos livres. Além de chamar a atenção das alunas e de belas mulheres, está sempre metido em encrencas que levam à alguma relíquia sagrada.

Os três primeiros filmes foram "Caçadores da Arca Perdida" (1981), "Indiana Jones e o Templo da Perdição" (1984), "Indiana Jones e a Última Cruzada" (1989) e em toda as produções haviam várias cenas com animais como cobras, aranhas, ratos e semelhantes.

Curiosamente, o ator Harrison Ford e o cineasta George Lucas trabalharam juntos em duas trilogias, pois o ator era, ao mesmo tempo, Indiana Jones e Han Solo, o piloto mercenário de "Guerra nas Estrelas". Na época, vários meninos queriam ser como ele. Uma seqüência mais nova, "Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal", também foi filmada e lançada no começo de 2008.

"Esse não é o seu nome? Calvin Klein?"

Sem seqüências posteriores, a trilogia "De Volta Para o Futuro" contava a história de um jovem e seu amigo cientista que descobrem como viajar no tempo usando uma DeLorean, um carro todo invocado.

Marty McFly volta ao ano 1955 e conhece a história de seus pais. Além de dar fugir da mãe que se apaixona por ele e dar um show na guitarra, ele influencia o futuro dos pais. O filme é bem divertido e fez milhares de adolescentes acompanharem com entusiasmo as aventuras de McFly. As duas seqüências foram lançadas em 1989 e 1990, com apenas seis meses de diferença, mas o último filme não manteve a qualidade dos anteriores.

"Banzai, Daniel-San"

Agora chegou a vez do filme adolescente de artes marciais. "Karatê Kid" contava a história de Daniel-San, um daqueles meninos perseguidos e excluídos na escola que se apaixona por uma menina e arruma confusão com o fortinho da escola. Enquanto as meninas gostavam da história por causa do romance, os meninos gostavam por causa das cenas de luta. O lencinho igual ao utilizado pelo ator Ralph Macchio fez bastante sucesso na época.

O filme, apesar de não ser tão bom, teve ainda duas seqüências com Daniel-San e uma outra sem ele. E dizem que em 2009 um remake será lançado.

80 cinema filmes galaxia estrelas regresso futuro karate kid Indiana Jones fantasma Montagem de Bruna Bites

"Ele jamais deve ser alimentado depois da meia-noite."

Quem não se lembra do esquisito mais bonitinho mogwai. O primeiro que conhecemos chegou como presente de natal para uma criança e acompanhado das seguintes regras: não devia ser exposto à luz forte, não devia nunca ser molhado e não podia ser alimentado depois da meia-noite.

Baseado em uma história muito popular para os estadunidenses, o filme "Os Gremlins" fez muito sucesso. Claro que nele todas as regras são quebradas e o que era fofinho termina feio e bagunceiro.

O roteiro, escrito por Chris Columbus (diretor de "Os Goonies" e os dois primeiro filmes do "Harry Potter"), fez tanto sucesso que acabou gerando uma seqüência mais fraca em 1990, "Gremlins 2: A Nova Geração", muitos joguinhos de videogame e vendeu vários bonequinhos.

"Nós Somos os Caça-Fantasmas"

Vários amigos parapsicólogos resolvem criar uma firma para caçar fantasmas. O projeto tinha tudo para dar errado, não fosse um ataque fantasmagórico à cidade de Nova York. Foi com essa história inusitada que o filme "Os Caça-Fantasmas" marcou o seu lugar na década.

A tática de divulgação do filme nos Estados Unidos foi ótima. No meio de trailers de outros filmes aparecia um número de telefone. Ao ligar, uma gravação com a voz de Bill Murray e Dan Aykroyd dizia "hi, we're out catchig ghosts right now" (olá, estamos fora capturando fantasmas neste momento). A média de ligações era de mil telefonemas por hora.

Com muita gosma, espectros, livros voadores e um mestre do mal, as aventuras do grupo acabaram fazendo o maior sucesso entre o público jovem dos anos 80, assim como a música tema do filme que tocava insistentemente nos rádios.

"Kill Her, Mommy! Kill Her!"

Agora chegando no lado apavorante da década, vou juntar os dois filmes slash (aqueles cheios de morte e com muito sangue) mais famosos de todos os tempos em um mesmo tópico. Enquanto um menino assassinado no Lago Cristal apavora os estudantes que acampam perto do local em "Sexta-feira 13" e suas oito seqüências, uma figura bizarra atacava as pessoas dentro de seus próprios sonhos em "A Hora do Pesadelo", com 7 episódios.

Os dois vilões, Jason Voorhees e Freddy Krueger, fizeram tanto sucesso e lotaram tantas sessões de cinema que em 2003 ganharam um filme onde os dois lutam um contra o outro.

80 cinema filmes galaxia estrelas regresso futuro karate kid Indiana Jones fantasma Montagem de Bruna Bites

Foi assim que as famílias Skywalker, Jones, McFly e Voorhees foram apresentadas ao público, juntamente com o mogwai e os gremlins; o professor Miyagi e seu pupilo; o assombrador de sonhos Krueger e os caçadores de fantasmas mais famosos de Manhattan.

Mas não foram só eles que levaram as pessoas mais de uma vez ao cinema. Muitos outros filmes em seqüências fizeram muito sucesso na época. E, como sempre tem aquele momento sem fim que indica um "continua", a lista só vai terminar na semana que vem, quando lembrarei de algumas pérolas da ação, como "Rambo", e outras que fizeram muita gente rir como "Apertem os Cintos... O Piloto Sumiu".

"Hasta la vista, baby!"


benjamin júnior

determined dreamer • food evangelist • life enthusiast • professional problem solver • internet ninja • coffee junkie.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x5
Site Meter