metralhadora construída de lego


lego construcao arma armas guerra brinquedo

Pode dizer-se que nos últimos tempos temos andado numa onda lego. Esses pequenos blocos de diversos tamanhos permitem que adultos e crianças de todas as idades possam construir as mais diversas coisas, desde automóveis, aviões, navios, casas ou virtualmente qualquer objecto, através da combinação das peças nos mais diversos formatos. Quando compramos uma caixa de LEGO, podemos tomar um de dois caminhos; construindo as sugestões incluídas com os blocos, ou então ignora-las e dar largas à imaginação.

A minha infância teve a felicidade de conhecer os blocos LEGO, o que me deu horas infindáveis de fantasia numa época em que, felizmente, não havia tudo à venda, e as crianças não tropeçavam em dezenas de brinquedos no seu quarto.

Seguindo a tradição da minha própria infância, decidi dar legos ao meu filho, alimentando sua a imaginação com construções infinitas em LEGO. Ao longo das minhas buscas de exemplos simples pela web, encontrei verdadeiras maravilhas de construção menos apropriadas para crianças, nomeadamente, metralhadoras de esferas, elásticos, blocos de lego e até, catapultas.

lego construcao arma armas guerra brinquedo

Não é o objectivo deste artigo discutir o propósito destas construções e se devem ou não ser feitas. Do meu ponto de vista são meras realizações fantásticas utilizando LEGO e, por esse motivo, devem ser admiradas. O que mais me impressionou a nos videos abaixo foi capacidade criativa para atingir a rigidez estrutural necessária e os mecanismos complexos de disparo. Diria que uma verdadeira obra de engenharia.

Aproveito ainda para vos deixar dois links para os que queiram saber um pouco mais sobre estes fantásticos blocos de construção. Um artigo em inglês que explica como funcionam os legos e o Fórum da comunidade 0937, totalmente em português, onde poderão por as vossas dúvidas e inclusive registarem-se na comunidade.


benjamin mendes

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //benjamin mendes