super carro ecológico - Citroen GT

Quando falamos de Super Carros que nos fazem sonhar, as marcas que nos vêm à memória são quase sempre as mesmas: Porsche, Ferrari, Lamborghini, Jaguar, Bugatti e mais alguns nomes que entram num clube muito restrito. O construtor Francês Citroen resolveu juntar-se a este grupo com o seu novo concept car GT.


ZZ387044DB.jpg

Recentemente o construtor francês Citroen apresentou um Super Carro que teve a sua génese numa parceria com uma empresa de simulação de corridas, a Polyphony Digital, detentora do famoso jogo Gran Turismo, para a Playstation da Sony. Takumi Yamamoto, responsável pelo design virtual do automóvel, moveu influências para que a Citroen aceitasse construir o que estava já idealizado para o Gran Turismo. A presença num jogo que já vendeu mais de 50 milhões de cópias para fanáticos do automóvel foi motivo suficiente para produzir o protótipo apresentado, do qual poderão vir a ser construídos até 20 exemplares.

Quando revelado no Auto Show de Paris, os visitantes tiveram a possibilidade de ver o automóvel mas também de o pilotar virtualmente numa consola Playstation. Juntando pela primeira vez o mundo virtual e real, todos os parâmetros e comportamento do carro podem ser experimentados com exactidão no simulador, onde teremos as mesmas sensações da vida real.

A aerodinâmica é impressionante, com um ar muito futurista, mas é ao nível do propulsor que a Citroen impressiona. Com um motor híbrido de baterias fuel cell, possui uma potência total de 784 hp. Com 1.400kg - que incluem as baterias e o tanque de hidrogénio - o GT acelera até aos 100km/h em 3.6s e atinge uma velocidade máxima de 330km/h.

ecologico bateria carros super ferrari lamborghini citroen GT

ecologico bateria carros super ferrari lamborghini citroen GT

carros super ferrari lamborguini citroen GT

carros super ferrari lamborguini citroen GT


benjamin mendes

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/design// @obvious, @obvioushp //benjamin mendes