Comic art por Rafael Albuquerque

Em meio a histórias surreais, heróis, bandidos, poderes além da compreensão humana, esta o artista por trás de tudo isso: Rafael Albuquerque.



rafael albuquerque desenho hq bd

Quem já teve a possibilidade de ler uma revista em quadrinhos, sabe o quanto, expressões faciais e físicas são usadas na sua composição. Além das cores, é a técnica que permite um realismo da personagem se fazer entender apenas com a expressão de um olhar, sem nenhuma palavra ser dita.

Rafael Albuquerque, nasceu em Porto Alegre, Brasil, começou basicamente como um ilustrador, fazendo trabalhos de marking em diversas empresas. No entanto, como grande apreciador de comic art, foi efectuando diversos trabalhos até ter oportunidade para se dedicar inteiramente à sua área de eleição. A primeira chance concretizou-se através de uma colaboração com a revista Crimeland. Atualmente, colabora permanentemente com a revista DC Comics, onde ilustra quadrinhos de super-heróis como o Superman ou Batman.

O trabalho no mercado de Histórias em quadrinhos é muito gratificante mas ao mesmo tempo exigente. As pessoas que leem este tipo de material são normalmente grandes fãs da imensa variedade de histórias, novelas e livros. Com o tempo, tornam-se apreciadores da técnica do artista, e compram praticamente todo o material somente para possuírem todo o espólio de um autor. Desta forma, o mercado para este segmento é de milhões. No entanto, o preço a pagar, é a necessidade de uma equipe muito bem entrosada e sintonizada na elaboração das histórias e na forma como elas são contadas.

Muitas vezes, uma personagem tem um grande potencial de carisma, mas infelizmente o ambiente e o ritmo que é dado à história não corresponde a expectativa do público. É então necessário fazer mudanças de compromisso para que o livro tenha sucesso.

rafael albuquerque desenho hq bdrafael albuquerque desenho hq bd

Um desses casos, foi na época que foi criado o personagem do Homem - Aranha. A Marvel comics não estava com boas vendas devido ao facto da baixa auto-estima americana naquela época. Resolveram então criar uma personagem com sentimentos e conflitos humanos que rapidamente fora identificado pelo público. Nascia então as belas tiradas irônicas de Peter Park. Desde então, foram criados os mais diversos personagens que além de carregarem a missão de proteger e salvar o mundo, possuem um espírito humano representativo da sociedade atual.

Rafael exemplifica bem isso, com alguns trabalhos referentes a temas de vampiros, zumbis ou mesmo soldados em guerra. Tudo é uma fonte de criação e a confirmação de que um certo mito ainda sobrevive: o ser humano sempre deseja que a solução da humanidade venha de um ser superior ou mais evoluído do que a própria raça humana. Vale a pena analisar.

rafael albuquerque desenho hq bdrafael albuquerque desenho hq bd

rafael albuquerque desenho hq bdrafael albuquerque desenho hq bd

Visite o site de Rafael Albuquerque.

camila oliveira

, 29 anos, brasileira, futura médica, curiosa por natureza, vivendo a vida sem tristeza, para escrever sobre diversos assuntos para testar minha destreza.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x1
 
Site Meter