horror no metro de moscovo - arte hermética por Alex Andreyev

Quem considera que o surrealismo parou no tempo está enganado. O ilustrador russo Alex Andreev apresenta-nos a sua arte hermética, ou realidade separada, levando a fundo conceitos atuais do surrealismo dentro da arte digital. Na série de fotos intitulada Metronomicon retrata o horror surreal nos metros em Moscovo.


arte digital fotografia

As grandes metrópoles tomam proporções cada vez maiores. Formam-se em suas entranhas ambientes soturnos criados pelo homem e desconhecidos pela maioria de seus habitantes. Pelos becos, galerias de esgoto e túneis, habitat talvez de criaturas desconhecidas? Revelando-nos um clima tenso e obscuro, o russo Alex Andreev retratou uma realidade paralela e perturbadora dos metros de Moscovo.

Alex Andreev é um ilustrador russo que retrata, através de suas imagens, aquilo a que chama de realidade separada, ou arte hermética. Na série de imagens com o título Metronomicon mostra-nos outro universo onde criaturas estranhas habitam as profundezas das grandes construções subterrâneas encontradas nas Metrópoles.

O clima soturno de seres humanos convivendo com essa outra realidade tão próxima da nossa está presente em todo o trabalho de Andreev. As suas propostas possuem uma forte influência do surrealismo. Utiliza somente a arte digital mas sem extravagância ou filtros desnecessários. O seu trabalho é perturbadoramente simples e belo.

A fusão de fotografia e manipulação digital, baseada nos conceitos do surrealismo, é impressionante. Através de elementos simples do cotidiano, consegue levar-nos para dentro de uma realidade inventada que nos parece palpável e fascinante.

Arte hermética ou realidade separada, que seja, Alex Andreev prova que o Surrealismo não parou no tempo, e que sempre podemos encontrar novas perspectivas dentro desse estilo tão intrigante.

arte digital fotografia

arte digital fotografia

arte digital fotografia

arte digital fotografia

arte digital fotografia

arte digital fotografia

arte digital fotografia

Alex Andreev


Dan devjacque

pensador autônomo que desde tenra idade teve a caneta na mão, e no colo um violão. Não acredita na sorte e crê que somente a arte pode enaltecer o espírito humano.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 2/s/fotografia// @obvious, @obvioushp //Dan devjacque