kofun, os túmulos megaliticos do japão

As antigas culturas dos povos ancestrais são conhecidas, em geral, pelas suas construções megalíticas, cercadas de mitologia e misticismo. Algumas delas permanecem ainda hoje em meio a civilizações modernas e nos causam ampla admiração, diante sua grandeza. Kofun é um conjunto de tumbas megalíticas seculares situadas na cidade de Sakai, no Japão. A sua proporção gigantesca e o seu incrível formato de olho de fechadura são simplesmente extasiantes.


tumba

Kofun, que significa túmulo antigo, são tumbas construídas entre os anos 250-538 d.C, e remontam a um período da historia do Japão Antigo conhecido como Kofun, ou Tumular. Esse período demarca-se devido aos grandes túmulos construídos para nobres e príncipes. As imagens aéreas reveladas pelo satélite do Google são impressionantes, revelando-nos imensas fechaduras sobre a terra.

A maior delas é o túmulo do imperador Nintoku Teano, cercada por três grandes fossos e com uma dimensão de 2.718m de diâmetro e 21m de altura, tornando-se assim umas das maiores tumbas no mundo.

Construída aproximadamente no ano de 399 d.C, demorou cerca de dezesseis anos para ser concluída. Uma mão de obra de dois mil homens por dia foi utilizada para a construção deste gigantesco túmulo.

Existem outras cinco tumbas um pouco menores ao redor desta, mas não menos intrigantes. Todas são de imperadores importantes. Uma delas, com cerca de 186m de comprimento é a tumba do imperador Ojin, pai de Nintoku.

A introdução do Budismo no Japão marcou o final desse período, e a tradição dos Kofun se perdeu devido às crenças budistas que enaltecem o caráter mais efêmero e simples do ser humano. Essas impressionantes câmeras funerárias, antes apenas utilizadas pelas pessoas da alta hierarquia, passaram então a ser utilizadas por pessoas comuns e de elite de regiões distantes.

Muitos povos antigos sempre enalteceram o fato de serem lembrados pela eternidade após a morte, por meio de mega construções. Kofun é um ótimo exemplo disso. Hoje, sendo um símbolo da cidade de Sakai, cercado de casas e ruas asfaltadas, fica nítido um contraste entre as raízes de um povo com a sua mais atual arquitetura, não os fazendo nunca, esquecerem de sua história e origem.

terra tumba

terra tumba

terra tumba

Imagens


dan devjacque

; pensador autônomo que desde tenra idade teve a caneta na mão, e no colo um violão. Não acredita na sorte e crê que somente a arte pode enaltecer o espírito humano.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x4
Site Meter