McLaren MP4-12C

Este é o desportivo que marca o início da era pós-Mercedes e o retorno da McLaren aos super-carros de estrada. Sem uma imagem que marque uma primeira impressão muito forte, o seu design é ditado pela eficácia. Uma obsessão pela redução do peso, um motor potente e um preço apelativo são as premissas da marca para um veículo a entrar no mercado em 2011.



carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c

Terminada a parceria com a Mercedes, a McLaren deixou um pouco a Fórmula 1 para se dedicar à criação do seu novo super desportivo. Gordon Murray, talvez o mais inovador engenheiro automóvel da actualidade e criador do mítico F1, fez da obsessão pela redução de peso dos veículos a principal directriz no fabrico do já muito aguardado MP4-12C.

À semelhança do McLaren F1, este não é um carro de design especialmente impressionante, não trazendo nada de novo e tendo até uma certa sensação de déjà vu associada. Mas a empresa defende-se pelo argumento eficácia. Cada parte do modelo tem linhas totalmente funcionais para que ele seja o mais aerodinâmico possível e tudo nele foi construído milimetricamente de modo a evitar massa inútil.

A aposta da McLaren, além do uso extensivo de compostos nobres na estrutura, carroçaria e acabamentos, como magnésio, titânio ou kevlar, vai no sentido de rivalizar com a concorrência – Ferrari 458 Italia, Lamborghini Gallardo, o Porsche 911 Turbo e o próprio Mercedes SLS – pela substituição do alumínio usado por estes pela fibra de carbono, mais leve e rígida.

O resultado é um carro substancialmente leve, não mais de 1300Kg, e ainda que mais pesado que o precedente F1, integra muito equipamento de segurança que não existia há alguns anos atrás. A equipa de Woking mostra-se confiante nesta aposta, quando muitos outros se voltam para carros mais pesados.

carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c

Muita da experiência da McLaren no automobilismo foi usada para criar o MP4-12C. Começando pela fibra de carbono já mencionada, esta compõe o chassi do veículo, chamado Carbon MonoCell, e que pesa apenas 80 quilos. Outros bons exemplos da influência da Fórmula 1 são a suspensão activa, aqui com três modos de acção – normal, esportivo e performance –, as entradas e condutas de ar para arrefecimento do motor, ou ainda o sistema Brake Steer, que ajuda o carro a minimizar derrapagens em curvas pelo aumento da tracção das rodas dianteiras.

São também detalhes interessantes o painel baixo para melhor visibilidade, o volante sem botões, os controles de ar condicionado na porta e o aspecto minimalista geral de toda a cabine, a qual integra um ecrã de sete polegadas sensível ao toque e bancos esportivos.

carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c

Por fim, seria impossível não referir o coração do MP4-12C, um potente motor V8 twin-turbo de 3.8 litros de cilindrada e 600 cavalos de potência, colocado na posição central traseira para melhor dirigibilidade e um baixo centro de gravidade.

carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c A McLaren ainda não confirmou, mas a velocidade máxima rondará certamente os 325 Km/h, e dos 0 aos 100 Km/h não irão mais de quatro segundos. Confirmou, sim, ainda que o preço não seja conhecido, que as encomendas têm decorrido bem, passando já das 1600, e o super carro irá concorrer no segmento dos esportivos com custos entre 150 e 200 mil euros.

Jenson Button e Lewis Hamilton foram convidados recentemente a testar em pista as qualidades dinâmicas daquele que marca o regresso da McLaren ao mundo dos super-carros de estrada, e que produzido no Reino Unido, deverá chegar ao mercado em 2011.

carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c

carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c

carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c

carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c

carro desportivo formula1 corrida mclaren mp4-12c

alexandre romero

, um cidadão do mundo. Classicista, escritor, fotógrafo, pintor experimental, o homem dos mil ofícios.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v1/s
 
Site Meter