projeção de sombras - kumi yamashita

Se Peter Pan ainda percorre a Terra do Nunca, ficaria de certeza assombrado com o trabalho artístico desta japonesa: a partir de qualquer objecto, ela consegue jogar com a iluminação de forma a criar as sombras mais imprevistas. O resultado parece irreal mas é fruto de uma composição muito bem pensada.



luz sombras kumi yamashita

Os piores pesadelos de Peter Pan tornaram-se mais reais com o trabalho de Kumi Yamashita. A criança que não queria crescer e tinha medo da própria sombra não poderia ter imaginado que uma artista japonesa viria a utilizar este meio como ponto essencial do seu trabalho.

Yamashita leva a cabo uma arte que é de assombrar: jogando com a manipulação da iluminação, das formas e do movimento, cria sombras que iludem o espectador, originando formas que são, no mínimo, inesperadas. Considerada a mágica das sombras, a autora utiliza a disposição da luz num ângulo oblíquo para criar este truque visual. Um simples ponto de exclamação colocado na parede, quando ilumidado tem uma sombra de ponto de interrogação. Ou um círculo de metal que produz uma sombra de um quadrado perfeito. Apesar de parecer bastante simples, a concepção deste efeito é bem mais complexa do que aparenta. Vejamos, por exemplo, o conjunto de números cuja sombra nos mostra uma mulher de perfil apoiada num corrimão.

Kumi Yamashita viveu a maior parte da sua vida fora do seu país de origem, o Japão, estudando nos EUA desde 1984, e contando já com mais de dez exposições individuais nos EUA, Turquia, Singapura e Japão. As sombras que usa para trabalhar transparecem essa mesma variabilidade, dando ao seu trabalho um carácter tanto temperamental como filosófico.

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

luz sombras kumi yamashita

kumi yamashita

diana guerra

é normalmente zote, mas dizem que também se interessa por arte, cultura e essas coisas óbvias.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x6
 
Site Meter