grafittis esculpidos por Alexandre Farto

Um dos destaques da street art contemporânea, o jovem artista português explora e transforma materiais e espaços consumidos pelo tempo: paredes, metais, madeira. O resultado são imagens únicas que renovam espaços urbanos, desafiam as barreiras tradicionais entre graffiti e obra de arte e conquistam galerias e exposições em Lisboa e Londres.



art arte graffiti rua street Alexandre Farto

A primeira coisa que chama a atenção nos trabalhos de Alexandre Farto (aka VHILS) é a textura de suas imagens. As entranhas de muros, cartazes antigos e papéis se tornam a matéria-prima de rostos icônicos e atemporais, ainda que suas “rugas” registrem as marcas da decadência urbana. A linguagem da street art de Bansky ainda está lá, mas usada em um contexto diferenciado e intrigante.

Apropriadamente batizada como Scratching the Surface (escavando a superfície, em tradução livre), esta série de trabalhos leva o ambiente urbano às galerias de arte: entre as que já expuseram as obras de Alexandre, consta a prestigiada Lazarides, em Londres. Na verdade, não parece haver fronteiras para seu método de criação, uma vez que o artista também já trabalhou com animações, instalações e em colaborações com outros artistas e coletivos musicais como os Buraka Som Sistema.

art arte graffiti rua street Alexandre Farto

Seja fruto de sua formação acadêmica ou influência de seus primeiros passos no grafitti já na adolescência, a versatilidade e proficiência de Alexandre é admirável e um exemplo do que as novas gerações têm a oferecer para as artes visuais. Furadeiras, alvejantes e ácidos, elementos naturalmente destrutivos, são utilizados como ferramentas criativas juntamente com os tradicionais sprays, stencils e tintas, mostrando também uma proposta inovadora do ponto de vista técnico.

Em um mundo onde o ser humano possui uma relação cada vez mais simbiótica com as metrópoles, o ato de desnudar fachadas para encontrar novos significados em ambientes decadentes não poderia ser mais bem-vindo. A tradução de uma frase anônima em inglês originalmente publicada por VHILS em seu site oficial sintetiza perfeitamente a questão: “A beleza é apenas superficial; a feiúra permanece até os ossos; uma morre e desaparece, a outra permanece por si mesma.”

art arte graffiti rua street Alexandre Farto

art arte graffiti rua street Alexandre Farto

art arte graffiti rua street Alexandre Farto

Alexandre Farto

fabio machado

ainda não se decidiu se é um jornalista que desenha ou um músico que escreve textos. Enquanto isso, continua fazendo um pouco de tudo.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v6/s
 
Site Meter