A Natureza Poética de Tim Flach

Não há nada mais sublime e inocente do que a natureza, e diferentemente da raça humana quando fotografada, os animais carregam um misto de ignorância e subserviência em relação ao aparato fotográfico. Essa inocência ao acontecimento torna ainda mais encantador o resultado. É o que Tim Flach, enquanto fotógrafo, se propõe a fazer.



animais fotografia tim flach

Nascido em 1958, na cidade de Londres, Tim Flach é um fotógrafo que nos conquista por sua capacidade de percepção. Seus conceitos abrangem o mundo animal em seu estado puro ou em contato com os seres humanos. Em seus retratos somos capazes de perceber sentimentos, que antes nos pareciam apenas comuns nas qualidades humanas, mas que agora, sob o olhar fotográfico de Tim, se tornam comuns também aos animais, trazendo-os para nosso redor.

Tim expõe um trabalho de muita delicadeza, com grandes refinamentos técnicos, chegando bem próximo do espírito animal em suas capturas. Ele trabalha com liberdade ao explorar as formas dos corpos animais e elaborar composições inusitadas e ao mesmo tempo cheias de movimentos com as variadas espécies. Diferentemente de outros fotógrafos de animais, Tim mostra o mundo animal com ternura, deixando de lado a prática vitrinista e exibicionista à qual se dedica o mundo moderno.

Desde os grandalhões elefantes aos pequeninos morcegos, Tim Flach parece entender o que se passa no olhar e nos gestos de cada um deles, pois quando analisamos seu trabalho é inevitável sentir que estamos muito próximos do que vemos, daquela leviandade animalesca que é embalsamada pelas lentes de Tim. Toda natureza etérea desse universo é irremediavelmente percebida e desmistificada, trazendo assim uma nova forma de pensar e enxergar o mundo animal, a qual tanto violamos.

No trabalho desse incrível fotógrafo, os animais são, por fim, exaltados, mas não por suas façanhas de cavar buracos, conseguir buscar comida em longas distâncias ou saltar de galho em galho, mas sim pelo que eles carregam de mais puro e admirável: a capacidade de sentir. O mais impressionante disso tudo é constatar que não é um sentimento fingido, pois estão, nada mais que, diante do aparato fotográfico, do qual não nutrem conhecimento algum.

Por se tratar de um tema com motivações intrisecamente pessoais, demos liberdade ao próprio fotógrafo de escolher as imagens que julgava mais adequadas ao artigo. E está aí a sua arte.

animais fotografia tim flach

animais fotografia tim flach

animais fotografia tim flach

animais fotografia tim flach

animais fotografia tim flach

animais fotografia tim flach

animais fotografia tim flach

animais fotografia tim flach

Copyright e Imagens: Tim Flach

mariana beltrame

; "Amante das cores pastéis. Humor de saúva".
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v6/s
 
Site Meter