o mundo imaginário de ben goossens

O surrealismo não está morto. Depois de uma vida no mundo publicitário, Ben Goossens descobriu na reforma que o seu passatempo era mais do que isso. Veja as fotografias deste belga que não deixa André Breton dar voltas no seu túmulo.


ben goossens Tourmented

O manifesto lançado por André Breton em Outubro de 1924 ainda continua vivo e em constante mutação. Desta vez é Ben Goossens que, através da fotografia, explora o subconsciente com imagens surrealistas. Aquilo que Breton escreveu e Salvador Dali concretizou na pintura é agora retomado por este designer belga que trabalhou durante quase toda a sua vida profissional no mundo publicitário. Curiosamente foi a área que vive da aparência que o levou à introspecção e descoberta onírica, resultando na produção de imagens compostas e com uma aura mística.

Depois de se ter retirado do mundo publicitário, Goossens empenhou-se exaustivamente nestas fotomontagens surrealistas, que nos trazem também reminiscências de um conterrâneo seu, René Magritte. O que começou por ser um passatempo criativo tornou-se inesperadamente num trabalho premiado em várias competições internacionais de fotografia, tendo ganho medalhas de ouro e prata no Trierenberg Super Circuit, um dos concursos mais prestigiados de fotografia mundialmente.

Com 35 anos de trabalho em publicidade, 15 dos quais usando o Photoshop, Goossens vê estas fotografias experimentais como uma continuidade do seu trabalho profissional. O fingimento e perfeição inalienáveis do mundo das vendas tornaram-se na desconstrução surrealista com imagens alegóricas e segundos sentidos que nos transmitem, quer sentimentos de frustração, quer pura passividade comtemplativa.

As técnicas do automatismo e a inspiração na psicanálise de Freud podem ter décadas de existência, mas Goossens acrescenta-lhe uma temática contemporânea e um domínio preciso do Photoshop. Céus melancólicos, ponteiros que marcam a passagem do tempo e os tons cinzentos, azuis e castanhos levam-nos para o mundo dos sonhos, onde todas as coisas são possíveis, desde que existam dentro da nossa cabeça. Feche os olhos e deixe-se entrar no inconsciente de Goossens.

ben goossens Revenge of the ants.

ben goossens Only OPENS, when open for fantasy.

ben goossens She walks alone

ben goossens Stairway to heaven.

ben goossens The land of antopictica (2)

Ben Goossens


Diana Caldeira Guerra

A Diana gosta de caracóis temperados no verão, canja de galinha no inverno e autores clássicos em todas as estações do ano
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //Diana Caldeira Guerra