mosaicos criativos: uma arte milenar na era digital

O italiano Antônio Chiesa cria fascinantes mosaicos. Inspiradores, eles são uma infinita relação de interatividade visual com o observador.



mosaico

A palavra "mosaico" tem origem na palavra grega “mousein”, a mesma que deu origem à palavra música, que por sua vez significa “próprio das musas”. Interessante a música ser a combinação harmônica de sons, enquanto o mosaico é a combinação de representações gráficas. Ambas as artes muito inspiradoras. O mosaico é milenar. Acredita-se ter sua origem nas antigas civilizações da Mesopotâmia. Eram grandes painéis feitos de fragmentos de mármore, arenito, conchas, entre outros materiais, usados para revestir cômodos e retratar algum evento. Como decoração ou história em forma de imagens, os mosaicos sempre foram uma arte fascinante e minuciosa. Com o passar do tempo, surgiram novas técnicas e estilos, e passaram a representar novas ideias.

Hoje, os mosaicos podem ser vistos em diferentes materiais, acompanhando a moda e a tecnologia – na arte digital. Eles são trabalhados de modo desafiador e inspirador tanto em seus aspectos técnicos quanto nos conceituais. Deixam a fórmula clássica para aparecer como imagens fractais, sobrepostas ou formadas por outras imagens. Além da beleza, os mosaicos podem ser uma verdadeira miscelânea de informações e uma das mais expressivas formas de comunicação visual.

O italiano Antônio Chiesa vive em Bergamo, Itália – a 50 quilômetros de Milão – e afirma ser apaixonado por todos os tipos de mosaicos. Já há alguns anos dedica-se a eles.

Formado em Engenharia Civil, o artista trabalha com imagem digital e 3D desde o final dos anos 80 e conta que ainda criança, fascinado por desenho e fotografia, saía disparando cliques e retratando coisas, pessoas e momentos que o encantavam. Pouco tempo depois adquiriu seu primeiro computador, um Commodore 64 – lembra com nostalgia – e nele começou a montar todas as suas idéias em imagens.

O artista afirma que se inspira por meio de muitas coisas e momentos, mas atribui seus resultados à sua natural curiosidade e diz ser essa a sua motivação do dia-a-dia.

A liberdade de idéias para o processo de criação de um mosaico é infinita, assim como as variadas possibilidades para essa criação. Mas, além disso, há o talento. E o talento de Antônio é nítido. Ele confessa não gostar de usar somente o software de arte digital, e tenta ir além, inserindo toques muito pessoais, pelo photoshop, nas fotografias, o que confere ao seu trabalho mais personalidade.

mosaico

mosaico

Os extraordinários mosaicos de Antonio possuem um aspecto pop-art, mas isso não os limita. Podem ser admirados, à primeira vista, sem qualquer tipo de filtro ou conceito pré-estabelecido. Além de modernos, criativos e inteligentes, despertam, no mínimo, o que Antonio considera ser primordial para abrir a mente a novos conceitos: a curiosidade. Antônio conta que até mesmo suas capacidades como fotógrafo têm sido aprimoradas com o trabalho. Com um olhar mais artístico, ele procura melhores fotografias, desde temas como moda até a mais linda paisagem. Dedica-se a explorar e aperfeiçoar sua técnica.

Os mosaicos não apenas expõem as visões de mundo do artista, como também, em fragmentos, de uma época. Sua arte é uma releitura de um tempo. Desse modo, expõe a si mesmo, e também um pouco de todos nós.

mosaico

mosaico

Fonte das imagens: 1.

rejane borges

gosta das cores de folhas secas ao chão. E das cores das folhas velhas dos livros.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x3
 
Site Meter