pequenos mundos: Nikon International Photomicrography Competition

Os pequenos mundos são infinitos e belos. Podem apenas ser descobertos através da lente do microscópio e as imagens assim capturadas chamam-se microfotografias. São belas, originais e têm uma aura de mistério (mas também de descoberta). Quase como pequenos tesouros. E aqueles que tiram as fotografias não são chamados de fotógrafos, mas antes de cientistas.


nikon small world international competition photomicrography 1º lugar: Jonas King, Anopheles gambiae (mosquito) heart (100X)

A microfotografia ou fotomicrografia é, segundo a Wikipedia, uma técnica fotográfica de obtenção de imagens ampliadas por meio de lentes ópticas poderosas (como microscópios) que permitem observar detalhes de estruturas não visíveis a olho nu, tais como células e micróbios. O concurso Nikon's Small World foi fundado em 1974 como uma forma de reconhecer estas fotografias: desde aí, a sua reputação cresceu e é hoje um dos maiores na área.

O grande vencedor da edição de 2010 é Jonas King, do Departamento de Ciências Biológicas de Nashville, com uma fotografia do coração de um mosquito: losangos verdes com um fundo com pontilhado azul. O anopheles gambiae foi aumentado cem vezes através de uma tecnologia fluorescente: além de ser uma imagem fora do comum, faz parte da investigação levada a cabo por King acerca da transmissão de doenças infecciosas por mosquitos.

Dentro dos 20 vencedores consagrados todos os anos, é saliente a dualidade (e complementaridade) neste tipo de fotografias: são tanto uma ferramenta de investigação imprescindível para o avanço da ciência, como podem ser premiadas pela sua originalidade e consideradas arte. A beleza e complexidade da natureza unidas e vistas sob a lente do microscópio. O tema para a participação no concurso é livre e o júri premeia os concorrentes consoante a originalidade, informação, impacto visual e técnica das fotografias.

nikon small world international competition photomicrography 2º lugar: Hideo Otsuna, 5-day old zebrafish head (20X)

nikon small world international competition photomicrography 3º lugar: Oliver Braubach, Zebrafish olfactory bulbs (250X)

nikon small world international competition photomicrography 4º lugar: Riccardo Taiariol, Wasp nest (10X)

Propondo-se quase um papel de divulgação científica, a Small Worlds recebe fotografias e concorrentes dos mais variados ramos da ciência. O segundo e terceiro lugar couberam a fotografias tiradas a peixes-zebra. Uma cabeça de um espécime com apenas cinco dias, ampliado vinte vezes, pertencente a Hideo Otsuna, e um lóbulo olfatório ampliado 250 vezes, de Oliver Braubach. Depois, existem sementes, algas marinhas, células, minerais, molho de soja, corais e larvas. É todo um mundo de pequenez a ser descoberto a alta resolução.

nikon small world international competition photomicrography 5º lugar: Viktor Sykora, Strelitzia reginae (bird of paradise) seed (10X)

nikon small world international competition photomicrography 6º lugar: John Huisman, Martensia sp. (red seaweed), living specimen (40X)

nikon small world international competition photomicrography 18º lugar: Gerd Guenther, Soap film (150X)

Veja estes e outros vencedores aqui.


Diana Caldeira Guerra

A Diana gosta de caracóis temperados no verão, canja de galinha no inverno e autores clássicos em todas as estações do ano
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/fotografia// @obvious, @obvioushp //Diana Caldeira Guerra