alguns dos edifícios mais estranhos do Mundo

Estranhos, insólitos até, mas sobretudo originais. Ambiciosos projectos que romperam barreiras asquitectónicas e resultaram em construções que dificilmente passam despercebidas. Diferentes formas e feitios, muito ou pouco coloridos, dos Estados Unidos, ao Japão ou à Europa.



edificios bizarros "Cubic Houses" Roterdão, Holanda.

Projecto, organização e design fazem parte das competências da arquitectura, essa arte (e técnica) de projectar e planear edificios pela mão do Homem.

A criatividade também é mais uma dessas competências. O talento para visualizar futuras criações e transpô-las para a realidade distingue e diferencia um arquitecto dos demais colegas de profissão. São sobretudo essas criações, as mais ousadas, que o público mais gosta. E bons exemplos são coisa que não falta:

"The Crooked House" ("A casa torta") -Sopot, Polónia

edificios bizarros

Começou a ser construída em Janeiro de 2003. No fim do ano, já estava terminada. A sua arquitectura é inspirada em imagens e pinturas de Jan Marcin Szancer (famoso ilustrador polaco de livros infantis) e Per Dahlberg (pintor sueco que vive em Sopot).

"Forest Spiral- Hundertwasser Building" (" Floresta Espiral"- Edificio de Hundertwasser)- Darmstadt, Alemanha

edificios bizarros

O edificio foi construído entre 1998 e 2000. Friedensreich Hundertwasser, arquitecto e pintor austríaco, é reconhecido pelo seu design revoluccionário, mas também colorido, irregular e de formas orgânicas. A estrutura, composta por cento e cinco apartamentos, conta ainda com restaurante e bar no topo, na parte sudeste.

"The Basket Building" ("Edifico Cesto") - Ohio, Estados Unidos

edificios bizarros

A sede da empresa "Longaberger Basket" é provavelmente o edíficio de escritórios mais bizarro de sempre. Tem 180,000 metros quadrados, custou 30 milhões de dólares e demorou dois anos a estar concluído. Ninguém deteve, nem tão pouco conseguiu alterar, os planos de Dave Longaberger, que desejava uma réplica fiel do objecto real.

"Kansas City Public Library" (" Biblioteca Pública de Kansas") - Missouri, Estados Unidos

edificios bizarros

Este edifício no coração de Kansas City está incluído num dos projectos pioneiros para a modernização da baixa da cidade. Foi pedido à população que escolhesse alguns livros conhecidos e que a representassem. Esses títulos serviram de design para a entrada da garagem exterior. O objectivo era chamar a atenção e promover o uso da biblioteca.

"Cubic Houses" ("Casas cúbicas") - Roterdão, Holanda

edificios bizarros

A ideia original para a construção destas casas já remonta aos anos 70. Piet Blom desenvolveu um par delas, que foram erguidas em Helmond. No entanto, Roterdão quis que Piet desenhasse algumas no topo da ponte pedonal, e ele decidiu aplicar as casas cúbicas. O conceito é tentar criar uma floresta, em que cada cubo representa uma árvore abstracta.

"Edificio Mirador", ("Edificio Observador") - Madrid, Espanha

edificios bizarros

Foi desenvolvido por arquitectos alemães. O edíficio tem 63,4 metros de altura e 21 pisos. O que mais se destaca na construção é a enorme abertura central, a mais de 36 metros do chão. Aqui, os moradores do condomínio podem desfrutar de uma área ao ar livre, com jardim incluído. As diferentes cores representam os respectivos blocos, oferecendo pelo menos 9 tipos de apartamentos.

"Erwin Wurm: House Attack", " Erwin Wurm: Casa Pegada" - Viena, Áustria

edificios bizarros

O autor desta performance é mundialmente conhecido pelas suas esculturas. É o artista do instante, e desde os anos 80 já criou várias "One Minute Sculptures". Aqui, anexou uma casa, virada ao contrário, por ocasião de uma exposição no Museu austríaco Moderner Kunst.

"Reversible Destiny Lofts", " Lofts reversiveis do destino" - Mitaka, Japão

edificios bizarros

Criados por Shusaku Arakawa e Madeline Gins. Por detrás deste mais que colorido e criativo conjunto de apartamentos está uma filosofia. As pessoas não devem estar relaxadas em casa, mas sim envoltas num ambiente que estimule os seus sentidos e revigore as suas vidas. Que não as faça estar sentadas todo o dia, mas sim activas.

Fontes das imagens: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8.

diana ribeiro

gosta de cores, comer algodão doce, ouvir as ondas do mar e cheirar livros novos. Não dispensa o uso de nenhum dos sentidos.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v3/s
 
Site Meter