A moda de Alice no País das Maravilhas: o antes e o agora

A nova adaptação cinematográfica do clássico de Lewis Caroll talvez seja a mais ousada e arrojada feita até hoje. O realizador Tim Burton moldou todas as personagens ao seu estilo, sem que estas perdessem a sua essência original. Embarque nesta viagem ao país das maravilhas, desde a antiga Alice na versão Disney até à actual Alice na versão Burton.



alice pais maravilhas wonderland

Pequena, de vestido azul pelos joelhos, sapatos rasos pretos e um longo cabelo loiro: assim era apresentada Alice, uma das muitas personagens de animação do universo Disney.

O escritor britânico Charles Lutwidge Dodgson, conhecido como Lewis Caroll, foi o responsável pela sua existência. A obra "Alice's Adventures in Wonderland" foi publicada em 1865. A história, preenchida por personagens estranhas e bizarras, passada num ambiente igualmente estranho e bizarro, despertou a curiosidade entre o público. Alice, uma menina que teria entre sete e oito anos, persegue um coelho que corre apressadamente por estar atrasado, olhando sempre o seu relógio. Ao cair na toca do animal, é transportada para um lugar mágico habitado por criaturas vindas directamente do mais surreal dos sonhos.

alice pais maravilhas wonderland

A protagonista, ao contrário do que muitos possam pensar, não foi criada somente a partir da imaginação do escritor. Alice Pleasance Liddell, filha do vice-chanceler da Universidade de Oxford e director da escola de Westminster em 1862, foi a grande inspiração. No entanto, a Alice-personagem foi ilustrada de maneira completamente diferente da original. Os cabelos longos e loiros, com um novo vestido, substituiram o cabelo curto, escuro e de franja inicial.

De entre as muitas adaptações e séries realizadas a partir do livro destacam-se três: o filme animado produzido pela Walt Disney em 1951; a série de animé feita em parceria pela Alemanha e Japão, estreada em Portugal, em 1987, no primeiro canal (RTP1) e o filme de Tim Burton de 2010, também para a Disney.

E ao longo de todas elas, algumas personagens foram sofrendo alterações, sendo que o maior contraste se deu na última versão.

alice pais maravilhas wonderland

Corajosa, destemida e racional são caracteristicas que a acompanham desde Caroll. Porém, quanto ao fisico já não é bem assim. A nova Alice cresceu, tem agora 19 anos. E com ela o vestido azul (agora quase até aos pés). As botas brancas tomaram o lugar dos simples sapatos pretos e Alice usa agora umas luvas sem dedos, remetendo para um estilo quase vitoriano com um misto de gótico.

A longa cabeleira também se mantêm, mas menos loira.

O conhecido actor Johnny Depp é o novo Chapeleiro Louco. Um papel que, segundo os críticos, parece ter sido escrito para ele. Mais psicadélico e louco do que nunca, mas sempre a tomar o seu chá e zangado com o Tempo e com a Rainha. Os cabelos brancos da animação deram lugar aos ruivos e frisados da versão de Burton. O laço azul passou a ser colorido e estampado, assim como a roupa. Uma brilhante e luminosa maquilhagem foi aplicada em redor dos olhos, lábios e bochechas. Uma imagem que, embora com diferentes pormenores, nos (re)lembra o famoso "Eduardo mãos tesoura" ou Willy Wonka de "Charile e a Fábrica de chocolate".

alice pais maravilhas wonderland

A malvada Rainha Vermelha, para além de se manter igual a si mesma, ganhou um renovado aspecto. Uma imagem mais elegante, feminina e, há até quem diga, mais sexy. Perdeu o vermelho dos pés à cabeça, assim como o coração gigante de cartão no vestido. Impossível não reparar no adorável batom a contrastar com o branco facial, quase em estilo gueixa moderna. O cabelo deixou de ser preto como na amimação, o vestido passou a azul, mas manteve o colarinho branco para cima.

Na versão Disney, não foi incluida a Rainha Branca. Esta personagem, assim como a anterior, só aparecem na sequela "Alice Through the Looking-Glass". Porém, o realizador decidiu pegar nas duas e dar-lhes lugar no filme. Também esta constrasta a tez clara com os lábios vermelhos. Aparece com um longo vestido branco. Helena Bonham Carter e Anne Hathaway foram as actrizes que lhes deram vida, respectivamente.

E o que dizer do próprio País das Maravilhas? Um cenário primaveril que foi substituido por lugar sombrio, em tons pasteis e cores escuras. Com um toque de inocência e uma dose de obscuridade, lembrando em muito a arte de Mark Ryden.

alice pais maravilhas wonderland

alice pais maravilhas wonderland

alice pais maravilhas wonderland

Fontes das imagens: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8.

diana ribeiro

gosta de cores, comer algodão doce, ouvir as ondas do mar e cheirar livros novos. Não dispensa o uso de nenhum dos sentidos.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v5/s
 
Site Meter