The Whispering Tree - a nova promessa do folk rock

Apesar de já ter lançado o terceiro álbum, a banda desponta agora, num processo ainda tímido. Mas, prova que tem talento e bom gosto para vibrar cordas vocais e balançar quadris, especialmente entre aqueles que adoram um som mais alternativo.


the whispering tree folk rock

O som é aquele velho folk rock, mas com algo de inovador. Talvez, seja a voz clássica da americana Eleanor Kleiner, ou a elegância do som do baixista francês Elie Brangbour. A dupla forma a banda The Whispering Tree, a qual nos últimos seis anos viaja pelo mundo com as mochilas nas costas e a música no coração. Tudo começou quando se encontraram em Londres, descobrindo duas paixões em comum: a música e a viagem. Os dois decidiram, então, partilhar seus talentos e seus desejos, formando a banda.

A maioria das músicas da banda tem como tema alguns contos e o sentimento coletivo da condição humana. Temas previsíveis, tratando-se do estilo folk-rock. A música é uma releitura de todos os lugares por onde passam. Registram imagens, sons, vozes, expressões e estórias que, mais tarde, vão parar em alguma partitura. No entanto, The Whispering Tree consegue oferecer uma versão muito expressiva e honesta do folk/rock. Para eles, a música é a mais linda forma de transmitir as percepções da realidade para as pessoas e, desse modo, compartilhar experiências.

A banda tem sede em Nova Iorque e já está no terceiro álbum, lançado em 2015, "The Escape". Os álbuns anteriores tão bons quanto o último: "Go Call the Captain" e "The Whispering Tree EP". Aliás, "The Whispering Tree" surgiu durante uma viagem à América do Sul, onde Eleanor participou de um ritual indígena na Bolívia e se inspirou: para a comunidade local, a expressão fazia referência aos conceitos de força e verdade.

the whispering tree folk rock

Eleanor, por sua voz suave e limpa já foi indicada, em Los Angeles, ao prêmio de "Vocalista Feminina do Ano" e a banda vem ganhando alguns pequenos títulos no meio musical, destacando-se também nas principais rádios mundiais. Com uma multifacetada influência musical, que vai desde o folk clássico até o rock progressivo/psicodélico - além de uma formação clássica - o som da banda é sensível, mas firme, o que faz com que seja considerado como uma das melhores promessas atuais do estilo. A cantora conta que a música sempre causou um grande impacto em sua vida e, por isso, desejou ter uma vida com a qual pudesse explorar a arte. Admiradora de personalidades como Jacques Brel e Leonard Cohen, pensa que a natureza também é uma grande fonte de inspiração, tal como o universo e os mistérios da existência humana. Também cita Beatles, Nirvana, Smashing Pumpkins, Simon and Garfunkel, Pink Floyd e Radiohead como grandes inspirações de sua música.

Acredita que a música é uma forma eficaz de motivar as pessoas e se conectar com elas. Conta que é emocionante que a banda esteja construindo uma comunidade sólida de fãs. Todos os dias alguém os descobre e se identifica com sua música.

Entre as próprias composições, gosta especialmente de "By the Side of the Road" - conta que a compôs de uma maneira muito inesperada, quando sua mente estava calma e tranqüila. De repente sentiu-se inspirada, como em um momento mágico.

Muito disposta a atender-me e de uma simpatia ímpar, Eleanor avisa que "The Whispering Tree" é acessível a todos que queiram comunicar-se com eles. Animada, avisa que o Brasil e Portugal já estão na lista da sua jornada musical. Depois, listou-me cinco artistas que não podem faltar em seu i-pod, e a sequência é respeitosa: Abra Moore, Aerosmith, Aimee Mann, Antony and the Johnsons, The Beatles.

Confira o som da banda em seu site oficial, aqui.

Confira o mais novo trabalho da banda.


rejane borges

Gosta das cores de folhas secas ao chão. E das cores das folhas velhas dos livros.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// @obvious, @obvioushp //rejane borges