A música glacial de Terje Isungset

A música está, como todas as artes, em permanente construção. E ao seu já rico universo de sons e ritmos, o norueguês Terje Isungset decidiu acrescentar novos tons, construindo instrumentos musicais de todo o tipo a partir de gelo.


terje isungset musica percurssao ice music © Ester van Berk

Percussão, cordas e até sopro - o músico Terje Isungset consegue produzir os mais variados instrumentos, que o acompanham em concertos verdadeiramente únicos por todo o mundo. E tudo resulta de um enorme respeito pela Natureza e por um dos mais preciosos recursos que ela nos oferece: a água.

A ideia surgiu há cerca de dez anos, quando foi pedido a Isungset que desse um concerto atrás de uma queda de água gelada no festival de Lillehammer, na Noruega. Já nessa altura o músico tentava produzir sons a partir de elementos naturais como a pedra e a madeira, mas foi a sua "ice music" que o levou a percorrer os quatro cantos do globo, acompanhado pela cantora Lena Nymark, que também se especializou na arte de fabricar instrumentos a partir de gelo.

Em 2002, o norueguês lançava o primeiro álbum da história da música integralmente gravado a partir de instrumentos gelados: "Iceman Is". O estúdio não poderia ter sido outro - o Hotel de Gelo na Suécia. Nos temas podem ouvir-se harpa, trompete e trombone, uma espécie de xilofone designada por "iceofone" e ouros instrumentos de percussão.

terje isungset musica percurssao ice music © Emile Holba

E se os instrumentos são de gelo, a música é envolvente, minimalista, etérea - ou, pelo menos, gostos à parte, é o que Terje Isungset pretende criar. O facto é que o músico tem uma agenda cheia de concertos; este ano, a sua digressão começou em Inglaterra e vai ainda passar (imagine-se) pelo clima quente da Índia e da Austrália, o que nos lembra de outra das particularidades desta peculiar forma de arte.

terje isungset musica percurssao ice music © Bjørn Furuseth

Mesmo tocando em ambientes com temperaturas muito baixas, os instrumentos, em constante interacção com o músico, acabam por se derreter. Por isso, cada peça é única, feita exclusivamente para uma só actuação, às vezes para um tema apenas.

Isungset criou, em 2006, o primeiro Festival de Música de Gelo, que se realiza aquando da primeira lua cheia de cada ano, em jeito de celebração da Natureza, já que, nas palavras do músico norueguês, neste novo "género" musical não é o intérprete que determina como é que o instrumento deve soar; o próprio instrumento é que decide como deve ser tocado.

Mais trabalhos no flickr de Terje Isungset.


Debora Canbé

Nunca foi nerd, mas gostava de o ser. Mesmo assim, acredita ser capaz de dar um ou outro bitaite sobre uma série de assuntos relativamente interessantes.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// //Debora Canbé