Gotan project - a reinvenção do tango

Diz o ditado que dois é bom e três é de mais. Esta é uma das tais excepções à regra. O trio Gotan Project é o responsável pela renovação da popularidade do tango argentino. A banda decidiu misturar o ritmo tradicional com as novas batidas do som electrónico, criando um novo estilo: o electrotango. Desde 2000, com o lançamento do primeiro single, esta dança passou a ser “conduzida” a três.



philippe cohen solal eduardo makaroff chistoph muller gotan tango project

Philippe Cohen Solal, Eduardo Makaroff e Chistoph Muller eram três dj’s. Um francês, um argentino e um suíço, respectivamente, que tinham em comum uma grande paixão: a cultura argentina e, em especial, o tango.

Em 1999 resolveram juntar-se em Paris e unir estas duas culturas tão distintas. A fusão entre o antigo e o contemporâneo, o tradicional tango e a moderna electrónica, deram origem aos Gotan Project. O nome, vem curiosamente da palavra tango, mas “al revés”, ou seja, escrita ao contrário.

Apenas um ano depois, é lançado Vuelvo Al Sur/ El Capitalismo Foraneo, o primeiro single. O grupo atinge a actual popularidade, logo em 2001, com o álbum de estreia La revancha del tango. Temas como “Santa Maria del Buen Ayre”(que faz parte da banda sonora do filme Shall we dance?), “Queremos Paz” , “Una música brutal” ou “ Last tango in Paris” (um cover do compositor Gato Barbieri para o filme de 1972 com o mesmo título) fazem parte do trabalho. O álbum foi vencedor do Prémio de Revelação dos World Music Awards da BBC em 2003.

Os Gotan Project têm percorrido os quatro cantos do Mundo em memoráveis actuações. Eles tocam, eles dançam, e são acompanhados por outros músicos, conquistando o público de tal forma que este quase se “teletransporta” para as ruas de Buenos Aires. Os grandes projectores montados para alguns shows, onde se podem ver constantes imagens não só da história do país como do próprio tango, completam o ambiente. Fomos oficialmente transformados em homens de camisa clássica, calças afuniladas, sapatos bicudos e chapéu, e em mulheres de vestido vermelho, meias de renda, sapatos altos e flor no cabelo.

philippe cohen solal eduardo makaroff chistoph muller gotan tango project

Em 2006, chega Lunático, o terceiro álbum, depois de Inspiración Espiración (2004). Lunático é “mais profundo, mais amplo e mais rico”, na descrição da BBC. Aqui, a banda inclui também algumas influências do mundo jazz. “Diferente”, “Mi confesión” e “Paris, Texas” podem ser ouvidas.

O ano passado foi a vez de Tango 3.0. Novamente inovador, o trio adicionou mais algumas sonoridades ao tango e à electrónica: o blues de Nova Orleães. A espontaneidade e a sofisticação dos anteriores encontram agora um “meio-termo” neste novo trabalho. A canção “Rayuela” conta com a voz de Julio Cortazar, o autor do romance, que lê alguns excertos do livro.

philippe cohen solal eduardo makaroff chistoph muller gotan tango project

Mais informações no site do grupo Gotan Project.

Fontes das imagens: 1, 2, 3, 4.

diana ribeiro

gosta de cores, comer algodão doce, ouvir as ondas do mar e cheirar livros novos. Não dispensa o uso de nenhum dos sentidos.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v3/s
 
Site Meter