A Cadeira Polvo de Máximo Riera

A Cadeira Polvo de Máximo Riera é apenas o primogênito de uma coleção de quinze peças ainda a serem desenvolvidas, compostas por espécies que irão de mamíferos a répteis, onde o artista pretende homenagear estes seres que habitam nosso planeta, ao integrá-los através de um objeto cotidiano: a cadeira.



maximo riera cadeira polvo design

É o próprio Máximo Riera quem explica a forma como nasceu este objecto: "... foi quando inevitavelmente um redemoinho de manchas e imagens surgiu dentro da minha cabeça mergulhando-me em um túnel de sensações íntimas. Senti a necessidade urgente de levar isso para fora de mim, expressar este vácuo provocante em algo que ainda não existe, então, começo a forjar um trabalho, desafiando e lutando para desvendar o desconhecido. Minha batalha é febril, um esforço para imprimir certa autoridade delicada na criação, onde, construo algo que não me reconhece. É surpreendente e ilusório, definitivo e teórico quando, por fim, alcanço o enorme sentimento de... Paternidade!"

Além de dedicar-se há mais de trinta anos à fotografia, pintura e escultura, o autor da obra estende sua necessidade de expressão artística a outras áreas, inspirando-se em seus próprios poemas.

Neste trabalho, Riera se esforçou na longa e desafiadora aventura de quebrar as fronteiras entre a representação existente em sua imaginação e a obra final. Neste resultado materializado percebemos a predominância da influência da expressão abstrata e da arte pop.

maximo riera cadeira polvo design

Riera nos diz que a razão principal para criação de uma cadeira com estas características artísticas é justamente a composição de um link entre a arte e peças comuns ao nosso dia-a-dia - tanto que a cadeira foi criada não para ser um objeto de arte, mas sim para ser utilizada diariamente.

Mesmo sendo A Cadeira Polvo o objeto primário deste post, vale a pena conhecer outros tentáculos da expressão artística de Máximo Riera no site do autor, que, em um primeiro momento nos atrai pelo exótico de sua obra.

Divido com vocês a cumplicidade dos bons sabores que um de seus poemas nos traz. OBSERVATION IS NOT PERCEPTION Walking is not arriving Looking is not seeing Saying is not explaining Excusing is not paying Guessing is not knowing Reaching is not achieving Absence is not renunciation

Transgression is not foolishness Attempting is not enough Aiming is not surmounting Speculating is not thoughtlessness Confessing is not escaping Repeating is not returning

Pleading is not reasoning Serving is not submission Friendship is not condition Curing is not healing Treating is not delaying Truth is not reclaiming Finishing is not expiring

Máximo Riera

maximo riera cadeira polvo design

fernando camargo

acredita que é filho da chuva e, com ela, muito tem a aprender. Atualmente dedica-se ao lúdico e erótico como tintas que o tornam mais humano.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x1
 
Site Meter