FBI: os terroristas mais procurados

Eles são os terroristas mais procurados pelas autoridades norte-americados e têm a cabeça a prémio. São considerados responsáveis por crimes violentos nas últimas décadas e as recompensas pela sua captura podem chegar aos 25 milhões de dólares.



fbi terrorismo lista

Se alguma vez vir um destes homens, fuja a sete pés e dê conta do seu paradeiro às autoridades competentes. Algumas notas curiosas: os dez terroristas mais procurados pela agência norte-americana FBI são todos do sexo masculino, e quase todos de origem muçulmana. Pertencem a organizações transnacionais, como a Al-Qaeda, o Jihab, a Abu Nidal e o Hezbollah, e são dados como responsáveis por espalhar o terror em vários locais do mundo. Mas um deles é a excepção: é um cidadão estadunidense, e ambientalista.

O primeiro nome não é uma surpresa para ninguém. Osama Bin Laden é procurado pela agência norte-americana com uma recompensa de 25 milhões de dólares para quem dê pistas que levem directamente à sua captura. Um valor adicional de dois milhões de dólares será oferecido pela Associação de Pilotos Aéreos dos EUA à pessoa que ajudar a capturá-lo. Além de ser o principal suspeito pelos atentados do 11 de Setembro, Bin Laden é procurado desde 7 de Agosto de 1998 pelo ataque bombista nas embaixadas de Dar es Salaam (Tanzânia) e Nairobi (Quénia), que custou a vida a mais de 200 civis. Para quem tenha em vista o prémio oferecido pelas autoridades norte-americanas, há que saber que o terrorista da Árabia Saudita é canhoto e manco e conhecido por "o director" ou "o princípe".

fbi terrorismo lista Osama Bin Laden

Bin Laden é também o único desta lista de terroristas que faz parte da lista geral dos 10 criminosos mais procurados pelo FBI (uma lista onde predominam crimes de homicídio violento e de actividades ligadas aos cartéis de droga).

O segundo terrorista mais procurado nos EUA chama-se Ayman Al-Zawahiri. É tido como cúmplice nos atentados terroristas de que Bin Laden é acusado e a recompensa por pistas que levem à sua prisão é também de 25 milhões de dólares. O terrorista é físico e fundador da organização terrorista Jihad Islâmico-Egípcia (EIJ), que tem como objectivo derrubar o estado laico no Egipto. Em 1998, a EIJ fundiu-se com a tragicamente afamada Al Qaeda.

fbi terrorismo lista Ayman Al-Zawahiri

O terceiro nome da lista do FBI é também tido como membro da Al-Qaeda. Fahd Mohammed Ahmed Al-Quso foi considerado pelo município de Nova Iorque como o culpado pelo atentado de USS Cole a 12 de Outubro de 2000. O bombardeamento do navio da marinha norte-americana no porto de Adém custou a vida a 17 marinheiros e deixou 39 feridos. Acredita-se que Al-Quso vive no Iémen e a recompensa para a sua captura é de 5 milhões de dólares.

Jamel Ahmed Mohammed Ali Al-Badawi é procurado pelo mesmo atentado ao USS Cole. Chegou a estar detido no Iémen, mas conseguiu fugir por duas vezes. A recompensa é também de 5 milhões de dólares.

A 11 de Agosto de 1982, um voo da Pan Am que seguia do Japão para o Havai teve um final trágico. Uma bomba colocada por Husayn Muhammad Al-Umari, o quinto terrorista mais procurado pelos EUA, custou a vida a um adolescente de 16 anos e feriu 16 passageiros. Trinta anos depois, o homem ainda não foi encontrado e o prémio para a sua captura é de 5 milhões de dólares (valor do Departamento de Justiça), e de 200 mil dólares (prémio do Departamento de Defesa norte-americano). Sabe-se que Al-Umari usa bigode, óculos e fuma charutos cubanos. É um perito em explosivos e é o fundador da Organização 15 de Maio, cuja missão é promover a causa palestiniana através da violência contra os apoiantes de Israel.

Ibrahim Salih Mohammed Al-Yacoub é procurado pela sua ligação com o ataque às Torres Khobar, na Arábia Saudita, em Junho de 1996. O ataque foi conduzido por Ahmed Ibrahim Al-Mughassil, que também já fez parte desta lista. Devido ao atentado, vinte homens foram mortos, entre os quais 19 cidadãos americanos. Pensa-se que Al-Yacoub faz parte do Hezbollah saudita, uma das várias organizações terroristas que operam no Médio Oriente. O FBI paga 5 milhões de dólares de recompensa a quem ajudar a capturá-lo.

Mohammed Ali Hamadei, Ali Atwa e Hasan Izz-Al-Din são naturais do Líbano e alegadamente membros do Hezbollah. Os três participaram no sequestro do voo 847 da TWA, em 1985. Um dos passageiros, pertencente à marinha dos EUA, foi torturado e depois morto. Hamadei foi condenado na Alemanha a 19 anos de prisão, mas recebeu uma amnistia inesperada em 2005 (há quem defenda que saíu em troca da libertação de uma arqueóloga alemã que estava refém no Iraque). Ali Atawa chegou a ser preso pelas autoridades gregas, mas nas negociações para a libertação de reféns acabou por conseguir escapar. Pensa-se que tanto Ali Atwa como Hasan Izz-Al-Din vivem no Líbano. As autoridades norte-americanas oferecem por qualquer um dos três uma recompensa de 5 milhões de dólares.

andreassandiego_fbimostwanted.jpg Daniel Andreas San Diego

A lista termina com Daniel Andreas San Diego - o único (e o primeiro) terrorista mais procurado que é de nacionalidade estado-unidense. Dois outros detalhes o distinguem: não é muçulmano, e o crime de que é acusado tem ligação com movimentos extremistas de protecção dos animais. Andreas, um vegan ortodoxo, terá participado na explosão de várias bombas sofisticadas de fabrico caseiro que tiveram como alvo empresas clientes de um laboratório que efectuava testes e experiências em animais. Em ambos os casos, os danos foram apenas materiais. O valor da recompnesa é o mais baixo desta lista: 350 mil dólares.

diana guerra

é normalmente zote, mas dizem que também se interessa por arte, cultura e essas coisas óbvias.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v7/s
 
Site Meter