Carlos Nunez: fotografando a sensualidade

Ao contrário do que se pensa, a sensualidade pertence ao observador, não ao observado. A composição artística de Carlos Nunez nos provoca com deliciosas inquietações.


carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

As modelos fotografadas por Carlos Nunez nos perguntam coisas como: você sente desejo diante de mim? Medo? Entrega? Como seus sentidos reagem ao me ver? Sente-se um menino quando me olha? O que eu desperto em você? Que estória eu te conto?"

Com composições estreitamente associadas à sensibilidade, Carlos faz uso abusivo da luz como veículo para a condução de olhares, colocando diante de nós aquilo que não revelamos. Obras sensuais, muitas vezes beirando o íntimo e erótico, que escondemos.

Sua arte nos convida a contemplar com todo o nosso ser - tocar, ouvir, falar, não somente olhar. Nos convida a sentir - uma espécie de embriaguez dos sentidos, volúpia, lascívia, luxúria, qualquer coisa que nos desperta a libido. Todos sabem do que falo.

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

Este artista parece ter uma única diretriz em seu olhar: a sedução tem que estar presente! Nesse convite misterioso de um olhar humano em preto e branco, Carlos não se limita ao feminino, apresenta em seu portfolio alguns trabalhos de masculinos com suas combinações de cores, luzes e reflexos.

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

Uma característica particular deste artista é a capacidade de desenvolver tramas, sentidos e sentimentos através de seqüências de imagens, combinar o lúdico e erótico em composição única. Confira as Stories em seu site.

É também interessante observar seu blog, onde faz questão de destacar: "This is about my life and what I love. Not about my photography, clothing, models or tits". Intrigante, não? Afinal, trata-se do mesmo tema de seu trabalho. Parece que a sensualidade é realmente seu estilo de vida.

Certa vez li em algum lugar que sensualidade significa estar aberto, pronto para pulsar com a existência. Uma pessoa sensual não sente o observado como algo externo, mas sim algo dentro de si mesmo.

Obras como as de Carlos transformam observador e observado em um só, permitem que o outro ecoe em si, e não há nada mais natural que abandonar o puritanismo e abrir-se ao impulso sensual e erótico.

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

Reparem na utilização de vidros para criar a sensação de "eu estou olhando"... o fotógrafo nos empresta o olhar.

Encerro este post com a provocação que as obras de Carlos Nunez parece nos fazer: O que estimula seus sentidos? Sente desejo ao me ver? Envergonha-se? Como se comporta?

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

carlos, erotismo, fotografia, nudez, nunez, sensualidade

E você, quais são suas respostas?


version 5/s/fotografia// @obvious, @obvioushp, eros //fernandocamargo