Segurança nas conexões sem fio: o seu Rei está nu?

Já imaginou se tudo o que digita e recebe através da Internet no seu smartphone, notebook ou tablet estiver sendo visto por outras pessoas? Quem se conecta através de conexões sem fio está constantemente exposto a esse risco. Como no conto da roupa nova do rei, você pode estar iludido por uma falsa sensação de segurança. Mas o rei pode estar nu...



conexao, encriptacao, fio, hackers, internet, redes, seguranca, sem, tecnologia, wireless

Abra o seu notebook. Ligue o seu Smartphone. Deslize e destrave o seu tablet. Seja bem-vindo ao universo sem-fio, onde as informações fluem invisíveis através do ar. O prazer de espreguiçar-se no sofá enquanto acompanha as notícias ou lê seus emails é algo indescritível para aqueles que vieram de uma época onde as noticias estavam em jornais estáticos de papel, e uma mensagem levava dias até ser entregue e respondida.

Saudosismos à parte, quem tem costume de conectar-se em redes sociais e enviar informações através de equipamentos wireless deve se cuidar. Estão ouvindo você! Não se engane. Quando nos conectamos a uma rede remota através da tecnologia Wi-Fi, todas as informações recebidas e enviadas estão disponíveis no ambiente, em forma de pacotes de dados transformados em ondas eletromagnéticas. E esses pacotes podem conter informações pessoais, como seu nome, contatos de redes sociais e programas de mensagem instantânea, senhas e outros... Bem como outras informações sobre sua rede de computadores, endereços e senhas de seus equipamentos de transmissão e até identificadores únicos de seu notebook ou tablet.

conexao, encriptacao, fio, hackers, internet, redes, seguranca, sem, tecnologia, wireless

Tornou-se cada vez mais comum que pessoas se especializem em “ouvir” transmissões alheias para diversão ou com intenção de provocar danos ou obter vantagens financeiras. Seja como for, o ideal nesse caso é não dar sorte para o azar, como dizem. A facilidade de se interceptar e decodificar as transmissões sem fio reside numa série de fatos.

Primeiro: não é necessário um equipamento específico. Notebooks antigos, um pequeno computador portátil e até mesmo um Smartphone pode ser utilizado para isso.

Segundo: a grande maioria das redes domésticas e de pequenas empresas não tem uma camada de segurança adequada, de modo que todos os dados trafegam “abertos”, em alguns casos sem mesmo receber uma senha para encriptação.

Em outros casos, embora exista uma falsa sensação de segurança em redes sem-fio que recorrem a senhas para autenticação, tais senhas utilizam um antigo sistema de encriptação (conhecido como WEP, do inglês Wired Equivalent Privacy ou Privacidade Equivalente ao Cabo) que, ao contrário do que sugere seu nome, não oferece uma boa camada de proteção para os dados. Isso porque a segurança desse modo de encriptação de dados já foi quebrada há muito tempo pelos hackers. De maneira que pipocam na Internet tutoriais, programas e até vídeo que tornam a tarefa de invadir uma rede sem-fio com esse tipo de segurança tão fácil, que até mesmo uma criança (e principalmente elas... que têm muito tempo, disposição e habilidade para tal) pode invadir e fuçar suas informações. Vale lembrar ainda que existem equipamentos que podem ser construídos em casa que capturam e amplificam sinais fracos, de maneira que nem mesmo a distância é garantia de segurança nas transmissões sem fio.

Mas não há motivo para pânico. Uma dose de prevenção e bom-senso podem garantir que seus dados não caiam nas mãos dos incautos. Procure evitar ao máximo se conectar a pontos de acessos públicos (como cafeterias, aeroportos, livrarias, etc). Quando o fizer, procure saber se a conexão é segura. Atualmente, existem os protocolos modernos de encriptação WPA e WPA2 que garantem a segurança das transmissões, através de um sistema que troca as senhas periodicamente.

Já em sua casa, configure seus pontos de acesso wireless de maneira que apenas os computadores autorizados tenham acesso a sua rede, e não dispense também uma encriptação moderna com uma senha longa e forte. Lembre-se de que boas senhas misturam letras, números e símbolos, e têm no mínimo doze caracteres.

A tecnologia veio para facilitar nossa vida e nos dar conforto, e o pouco que ela cobra é um pouco de atenção, para que nos protejamos daqueles que a usam como método de invasão da privacidade alheia. Proteja seus dados e navegue tranquilamente pela rede mundial, recostado confortavelmente em seu sofá... como um rei!



eugênio mira

é tecnólogo, professor, escritor e intrometido. Sonha com um mundo onde as pessoas tenham valor pelo que pensam, e não pelo que possuem.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v2/sconexao,encriptacao,fio,hackers,internet,redes,seguranca,sem,tecnologia,wireless,tecnologia
Site Meter