ToeJam & Earl – Para os aficionados por alienígenas

Desengonçados, engraçados e viciantes. ToeJam & Earl conquistaram uma legião de fãs. E não importa o tempo que passe: quem segurou uma vez aquele controle pesado e com poucos botões guardará para sempre esses dois extraterrestres na memória.



alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo

No início dos anos 90 muita coisa mudou para as crianças e adolescentes (e alguns adultos também). A nave espacial de dois extraterrestres colidiu acidentalmente com um meteorito e eles caíram na Terra. Foi aí que o destino dos dois ETs cruzou o caminho do homem: eles precisavam de nossa ajuda para juntar os pedaços de sua nave e poderem voltar para casa, um planeta chamado Funktron.

Logo de cara, quem quer que os visse passava a se sentir um velho amigo, daqueles que gostamos muito e queremos estar sempre junto. Eles tinham jeitos, trejeitos e manias únicas. Talvez a palavra “divertidos” seja a melhor para defini-los. Você podia passar horas a fio com eles e ainda parecia que não era suficiente.

Sim, estamos falando de ToeJam & Earl, o jogo, lançado em 1991 pela Sega MegaDrive/Genesis, que construiu um legado de fãs, de crianças a adultos. E tudo graças a Mark Voorsanger e Greg Johnson, os fundadores da ToeJam & Earl Productions, Inc., que, em 1989, formaram a companhia simplesmente porque queriam mais personagens, mais humor e mais funk nos jogos.

alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo

alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo

E foi assim que eles nasceram. ToeJam, um alienígena vermelho, olhos como os de um caracol, magrinho e com três pernas. Sempre com seu boné branco virado para trás e uma enorme corrente de ouro, mais funk impossível.

alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo Dupla em fundo verde (imagem cedida pelos criadores)

Earl é bem diferente. Gordo e laranja, claro, com uma perna a menos que ToeJam e vários quilos a mais, é mais lento, mas também tem seu charme. Usa óculos de sol o tempo todo e veste uma bermuda azul com bolinhas vermelhas - meio pijama, meio surfista.

Andavam engraçado, seguiam um ritmo. Bem ao estilo da música tema. Um som único, divertido, animador, vontade de ouvir sem parar; na verdade, ao ouvir, a vontade é mesmo de jogar.

As peças estavam escondidas, você até tinha a ajuda do mapa, mas não mostrava tudo, abria-se aos poucos, conforme você passasse pelos lugares ou quando tivesse a sorte de abrir um presente que desvendasse mais alguns cantinhos.

Sim, os presentes. Alguns te davam sapatinhos para correr bem rápido, comida – ou seja, mais vida -, skates... Outros não eram tão legais assim: um livro escolar os fazia dormir, outros matavam na hora!

Até encontrar as dez peças da nave, era preciso enfrentar o dentista maluco que saía te dando espetadas, a caixa de correio monstro, a dançaria de hula-hula que “enfeitiçava” os dois e você perdia, por um tempo, o controle sobre eles; isso significava ficar vulnerável a outros ataques.

alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo Capa (imagem cedida pelos criadores)

alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo Nova versão (imagem cedida pelos criadores)

ToeJam e Earl conversavam entre eles quando estavam perto. A tela podia se dividir no modo de dois jogadores, tornando cada um independente. O jogo tem vinte e cinco fases principais, divididas uma em cima da outra. Você podia cair de uma delas e a terra da anterior estar logo abaixo; se não, morria. Para subir, era só encontrar os elevadores.

ToeJam & Earl apareceu no topo dos mais alugados durante anos após o lançamento. O que faz sucesso hoje no mundo dos videogames é bem diferente daquela época. Quem jogava Sonic quando tinha oito anos no MegaDrive é bem diferente de quem pega hoje um remake do ouriço para jogar. Na época, aquilo era o que tinha de mais legal e avançado. E o mesmo acontece com ToeJam & Earl.

alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo Desenho Toejam (imagem cedida pelos criadores)

alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo Turma (imagem cedida pelos criadores)

alienigena, consola, earl, jogo, sega, toejam, videojogo Toejam e Earl e Cortador de Gramas (imagem cedida pelos criadores)

Apesar de tudo o que a tecnologia trouxe de bom para jogos como Winning Eleven e Call of Duty, com toda a riqueza de detalhes a ponto de parecer que o que temos em nossa frente são pessoas de verdades, nada conseguirá substituir a magia de quem viveu nos anos 90. E mesmo ToeJam & Earl não deixou de existir: eles acompanharam os avanços e ganharam novas versões. Mas a primeira vez... é mesmo como dizem.

site

mariana carrillo

se contenta se falar e for ouvida.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x1
 
Site Meter