Machu Picchu: a cidade perdida dos incas

Já lá vão 100 anos desde que o explorador Hiram Bingham revelou ao mundo a cidadela inca Machu Picchu, uma maravilha da antiguidade apenas reencontrada na era moderna, que guarda ainda muitos dos seus segredos.



arquitetura, historia, incas, machu, peru, picchu, ruina © wikicommons, Martin St-Amant.

Situada a cerca de 2.400 metros de altitude, na região dos Andes, a cidade terá sido construída entre os séculos XV e XVI. Sobre o acidentado terreno foram delimitadas três áreas distintas: uma delas destinada à atividade agrícola; outra, mais urbana, abrangia a zona residencial; e a última consagrava os espaços religiosos, como templos e mausoléus. Apesar de vários historiadores e arqueólogos estimarem que ali tenham vivido algumas centenas de pessoas, não há acordo quanto à verdadeira função de Machu Picchu; devido à sua remota localização, julga-se que poderá ter sido um retiro para a soberania inca.

Em 1911, o histórico local - cuja existência originou inúmeras lendas e mitos - seria encontrado pelo norte-americano Hiram Bingham sob um denso manto de vegetação, numa expedição patrocinada pela National Geographic Society e pela Universidade de Yale. Entre as ruínas, vestígios de bronze, cobre, prata e cerâmica sugeriram a excelência e a riqueza da arte inca.

arquitetura, historia, incas, machu, peru, picchu, ruina © wikicommons, "Machu Picchu".

Um autêntico paraíso na terra, debruçado sobre o vale Urubamba e com um único acesso através da povoação de Cuzco, Machu Picchu é testemunha da relação harmoniosa entre o Homem e a Natureza, como duas forças que se beneficiam mutuamente: as estruturas de pedra ali edificadas parecem ter pertencido àquela montanha desde sempre, permitindo que a povoação retirasse o maior proveito do terreno, num clima tropical propício ao desenvolvimento de todo o tipo de fauna e flora.

Contudo, as grandes descobertas surgem sempre envoltas em polémica e o caso daquela que é, actualmente, a maior jóia turística do Peru não é exceção: Binghham foi acusado de saquear algumas das maiores riquezas do país por ter levado, para solo norte-americano, mais de 40 mil peças do sítio arqueológico. O processo de devolução arrancou apenas no primeiro semestre deste ano.

Ainda assim, Machu Picchu - declarada Património Mundial pela UNESCO, em 1983 - é uma das construções pré-colombianas em melhor estado de conservação, também graças à sua descoberta tardia. Ainda nos dias de hoje, o santuário inca que remonta ao tempo das conquistas espanholas só pode ser visitado por um número limitado de pessoas por dia. Os mais corajosos têm a oportunidade de descobrir o local a pé, percorrendo o chamado Trilho Inca, com início em Cuzco, numa viagem que pode durar entre três a seis dias.

O tempo - ou o leitor mais crítico - encarregar-se-á, provavelmente, de provar possíveis incorreções ou propostas duvidosas presentes neste artigo (há quem acredite, por exemplo, que o primeiro ocidental a chegar a Machu Picchu tenha sido o alemão Augusto Berns, no século XIX). Mas o que é da História sem o mistério?

arquitetura, historia, incas, machu, peru, picchu, ruina © wikicommons, "Machu Picchu, Templo do Sol".

arquitetura, historia, incas, machu, peru, picchu, ruina © Wikipedia, Martin St-Amant.

débora cambé

; Nunca foi nerd, mas gostava de o ser. Mesmo assim, acredita ser capaz de dar um ou outro bitaite sobre uma série de assuntos relativamente interessantes.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x10
 
Site Meter