HM4 Thunderbolt: um relógio vestido para combate

Dificilmente outro relógio será capaz de exprimir de maneira tão clara e absoluta a complexa relação travada entre a humanidade e o passar das horas. Arrojado em todos os sentidos, o design do HM4 Thunderbolt impressiona tanto que nos deixa em dúvida: será mesmo o tempo o senhor de tudo, ou já não há fronteiras entre passado, presente e futuro? Estaria aí a chave para o verdadeiro sentido da inovação?



design © HM4 Thunderbolt, Maximilian Büsser.

Deixando de lado o papel de acessório normalmente coadjuvante na indumentária masculina, o relógio HM4 Thunderbolt faz jus ao seu referencial na aviação, roubando a cena para transformar qualquer look casual em demonstração de potência e determinação. Maximilian Büsser, que assina o conceito deste verdadeiro relógio-arte, traduziu na aerodinâmica afilada do produto sua paixão de infância pelos aviões que, em miniatura, oscilavam pendurados no teto de seu quarto de menino.

design Maximilian Büsser.

O fascínio pelo poder das máquinas voadoras parece não ter abandonado Büsser - um fascínio que o marcou da tenra idade à criação da MB&F, marca conceito em relojoaria. O relógio foi concebido e desenvolvido ao longo de três anos, tempo necessário para a criação dos 311 componentes especificamente projetados para o HM4 Thunderbolt. Curiosamente, a arrojada máquina de horas é essencialmente artesanal. A natureza extrema da arquitetura do produto inviabilizou a utilização de componentes disponíveis na indústria.

Entretanto, qualquer que seja o ângulo adotado para observação deste raro modelo de engenho e design, a surpresa vem de um relógio fantástico que se oferece, antes de tudo, como amplo campo de referências, volumes e formas, deixando em segundo plano a inexorável função de mostrar as horas.

design © HM4 Thunderbolt, Maximilian Büsser.

design © HM4 Thunderbolt, Maximilian Büsser.

design © HM4 Thunderbolt, Maximilian Büsser.

Apesar da indicação do tempo não encontrar destaque no HM4, a posição dos mostradores em relação ao pulso possibilita uma legibilidade fora do comum e extremamente prática, dispensando a torção do braço para leitura das horas. Não por acaso, o HM4 obteve o galardão de Relógio do Ano na categoria Conceito e Design do Grande Prêmio de Relojoaria de Genebra.

design Entrega do galardão de Relógio do Ano.

design Entrega do galardão de Relógio do Ano.

Profundamente referenciado, mas de maneira nada previsível, o conjunto da obra consegue se revelar ao mesmo tempo lúdico e desafiador. Büsser constituiu uma arma de guerra contra a monotonia, transformando referências de infância em ousadia. Em um contexto imperativo de pressa e funcionalidade, o HM4 Thunderbolt provoca, seduz, atrai. Usa a potência de seus reatores para desacelerar o tempo, obrigando o mais desatento e apressado sujeito a uma pausa qualquer para crítica ou admiração.

Os contrastes entre as superfícies foscas e de meticuloso polimento, titânio e safira, linhas retas e curvas, formas rígidas e elementos articulados, atribuem ao HM4 Thunderbolt vida e energia singulares. A MB&F refere-se à sua criação como a quintessência da arte cinética tridimensional. Embora os mais tradicionalistas desdenhem do feito, o trabalho é primoroso, há que admitir.

design © HM4 Thunderbolt, Maximilian Büsser.

design © HM4 Thunderbolt, Maximilian Büsser.

andreia mendes

é feita de livros, filmes, sonhos, memórias, medos e muito chocolate.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v1/s
 
Site Meter