Museu das Relações Terminadas: a arte do fim do amor

Caro leitor, se responder afirmativamente às seguintes questões pode (finalmente) deixar de elaborar teorias sobre o assunto: a Obvious apresenta-lhe a solução. Acabou de ficar solteiro (a)? Os presentes e as lembranças da sua relação estão a causar incómodo e dificuldades em superar a ruptura? Quer livrar-se deles, mas tem pena de os destruir? Então venha conhecer o Museu das Relações Terminadas.



amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

Em Zagreb, na Croácia, existe um museu que, embora à primeira vista não pareça, combina de forma única áreas como a ciência, história, filosofia e arte contemporânea. Este museu aborda as consequências da famosa fórmula química da atracção. Depois de descobertos os seus efeitos, os receptores começam a sentir transformações inéditas até então: para além de uma coragem que os torna capaz de enfrentar qualquer obstáculo, a sua percepção sobre o mundo e todos os seus sentidos também é alterada.

No Museu das Relações Terminadas têm lugar estes amores que, apesar de terem tudo para dar certo, não foram felizes para sempre. As suas exposições são uma autêntica mostra da criatividade dos apaixonados. É que os objectos exibidos são mesmo reais, ou seja, foram ofertas da sua cara-metade durante a relação e doadas quando esta terminou.

A ideia deste museu partiu da própria história dos fundadores. Olinka Vistica e Drazen Grubisic quiseram criar algo inovador com o fim da sua relação amorosa. Depois da separação, apresentaram uma exposição numa bienal em Zagreb com alguns dos presentes e lembranças que tinham trocado. O que seria apenas a partilha artística de uma experiência pessoal, tornou-se num símbolo de identificação universal com convites para percorrer o mundo.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

Reino Unido, Alemanha, Estados Unidos, Sérvia e África do Sul são países por onde o museu já viajou e foi recolhendo mais objectos para a sua colecção. Segundo Drazen, a intenção do museu é oferecer uma oportunidade para superar a ruptura doando o que torna difícil esquecê-la. A cada contribuição feita, fica anexado também o seu significado e o momento em que foi oferecida. “ Cada objecto exposto é único e tem uma descrição cheia de sentimento, de como a pessoa viveu essa situação. Isto porque nós pensamos que pode mesmo ser terapêutico para os corações partidos”, acrescenta.

Variedade não falta no Museu das Relações Terminadas. Desde peças normais como roupa, ursinhos de peluche, álbuns de fotografia, porta-chaves e objectos decorativos, até aos bizarros como algemas, uma prótese ou um machado. Há ainda outros repletos de emoção: um vestido de noiva e um telemóvel pessoal oferecido à ex para se certificar de que nunca mais lhe telefonaria. A entrada custa 2Kn (cerca de 27 cêntimos). Em 2011, venceu o Prémio Europeu de Museus como o museu mais inovador da Europa.

Faça uma visita virtual no site do museu.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

amor, museu, paixao, relacionamento, ruptura, rutura, tristeza © Museu das Relações Terminadas.

diana ribeiro

gosta de cores, comer algodão doce, ouvir as ondas do mar e cheirar livros novos. Não dispensa o uso de nenhum dos sentidos.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v1/s
 
Site Meter