Johan Jongkind, o artista que inspirou os impressionistas

O holandês que viveu na pobreza e foi rejeitado na Primeira Mostra de Arte Impressionista foi responsável por influenciar artistas como Monet, Manet e Camille Pissarro. Veja as imagens e descubra o que Jongkind começou a pintar 14 anos antes de a corrente impressionista surgir.


Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Casas ao longo de um canal perto de Crooswijk" (Wikicommons).

Ao longo dos séculos, muitos artistas caídos em desgraça ou simplesmente ignorados alcançaram a fama depois da morte. O infortúnio perseguiu-os em vida e a glória só se atinge na campa. Johan Jongkind é um desses tristes casos. Subestimado e rejeitado pela elite parisiense do século XIX, as suas telas foram inúmeras vezes rejeitadas pelo Salon de Paris. Quando conseguiam ser expostas, assumiam um papel secundário, sempre relegadas para segundo plano. No entanto, apenas dez meses após a sua morte, a procura dos seus quadros aumentou exponencialmente, chegando alguns trabalhos a valer 200 vezes mais do que em vida do pintor.

O holandês Johan Barthold Jongkind (1819 – 1891) recebeu uma formação bastante tradicional no seu país natal, mas cedo percebeu que não seria esse o caminho para a sua arte. Em 1846 partiu para França para estudar sob a tutela de Eugéne Isabey. Pintava paisagens campestres e citadinas, dando especial destaque à luz e aos seus efeitos sobre a natureza, desfocando os elementos das imagens. Ao longo da vida, viajou pela França e Holanda, em busca de cenários idílicos para as suas obras. Em 1860, as suas telas começaram a mostrar sinais do futuro estilo impressionista. Apesar de ter exposto no famoso Salon des Refusés de 1863, as suas obras não foram aceites mais tarde na Primeira Mostra de Arte Impressionista (1874).

Ao longo do seu percurso, foi acarinhado pela comunidade de artistas de Paris. Edouard Manet chamou-lhe o "pai das paisagens modernas" e Claude Monet foi seu pupilo. Charles Baudelaire e Emile Zola também elogiaram o seu trabalho. Apesar de não ser um "impressionista puro", a sua obra influenciou pintores como Monet, Manet e Camile Pissarro. Catorze anos antes de a corrente do mesmo nome surgir, já Johan Jongkind mostrava nas suas telas traços do que seria o Impressionismo.

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Binneshaven, Roterdão" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Paisagem perto de Roterdão" (Wikicommons).

No entanto, os seus quadros não agradavam ao público em geral, amontoando-se sem serem vendidos. Jongkind viveu assim na pobreza a maior parte da vida e nunca chegou a conhecer o sucesso. Numa tentativa de o ajudar, em 1860, vários artistas da praça parisiense organizaram uma quermesse com obras suas para angariação de fundos para o artista holandês.

Decepcionado com a recepção do público às suas obras, em 1878 Jongkind desistiu de viver em Paris e mudou-se para a pequena cidade de La Côte Saint-André, onde viveu até ao final da sua vida. A falta de sucesso e as más condições devido à pobreza levaram a que desenvolvesse problemas mentais no final da vida, agravados pelas suas crises de depressão e alcoolismo. Acabou por falecer em 1891, sem ver a sua importância reconhecida pelo mundo artístico.

Apesar do seu infortúnio, a sua obra chega-nos aos dias de hoje com um primeiro traço da corrente impressionista e Jongkind como o mal-amado que inspirou uma geração de génios artísticos. Vale a pena olhar para as suas telas e tentar imaginar como Monet aprendeu com elas e se inspirou para os seus primeiros quadros impressionistas.

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Roterdão" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Paisagem perto de Nevers" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Moinhos perto Roterdão" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Rio Sena, Paris" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Roterdão" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Paisagem" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Paisagem" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Luar em Roterdão" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Luar em Overschie" (Wikicommons).

Johan Jongkind © Johan Jongkind, "Porto de Roterdão" (Wikicommons).


diana guerra

é normalmente zote, mas dizem que também se interessa por arte, cultura e essas coisas óbvias.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x4
Site Meter