OBVIOUS dá 40% desconto na Amazon

George Orwell - 1984

Lego: brincando com as peças da imaginação

A nova campanha da marca de brinquedos Lego, criada pela agência alemã Jung Von Matt, transforma as peças em imagens minimalistas. “Imagine” recria personagens bem conhecidas do mundo da animação, numa perspectiva diferente mas surpreendente.



animacao, campanha, jung, lego, matt, publicidade, von

Em 1934, o dinamarquês Ole Kirk Christiansen cria um dos brinquedos mais populares de sempre: o Lego. Fabricado inicialmente com o propósito de entreter as crianças, as suas peças acabaram também por encantar os mais velhos. E, na verdade, são estes que não têm parado de “leg godt”, ou seja, “brincar bem” com elas.

Um dos exemplos da capacidade inspiradora dos Legos está na campanha publicitária intitulada “Imagine”, feita pela agência alemã Jung Von Matt. Utilizando apenas os bloquinhos coloridos, recriaram personagens famosos do mundo da animação, numa perspectiva minimalista encantadora.

A recente campanha está a fazer furor na internet e nas redes sociais, partilhada e à espera de que o público ponha (literalmente) a imaginação a funcionar. Já adivinhou quem são aqueles quatro elementos verdes de fitas coloridas? Ou aqueles cinco personagens amarelos, tendo um deles um inconfundível cabelo azul? Por agora, não lhe vamos dar mais pistas, nem a legenda de cada imagem. Convidamo-lo a entrar no jogo (mas sem batota!) e a descobrir quem é quem - deixe o seu palpite na nossa página do Facebook.

Para conhecer mais detalhes sobre este projecto, faça uma visita ao site da Jung Von Matt.

animacao, campanha, jung, lego, matt, publicidade, von

animacao, campanha, jung, lego, matt, publicidade, von

animacao, campanha, jung, lego, matt, publicidade, von

animacao, campanha, jung, lego, matt, publicidade, von

animacao, campanha, jung, lego, matt, publicidade, von

animacao, campanha, jung, lego, matt, publicidade, von

animacao, campanha, jung, lego, matt, publicidade, von

diana ribeiro

gosta de cores, comer algodão doce, ouvir as ondas do mar e cheirar livros novos. Não dispensa o uso de nenhum dos sentidos.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x1
 
Site Meter