Do humor e manipulação, com Ionut Caras



caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "A Long Story".

Define-se como um homem do mar, mas a verdade é que Ionut Caras viajou para universos fantásticos que vão mais além dos sete mares. Através da manipulação de imagem, o artista junta fotografias, situações impossíveis e horizontes reais. O resultado? Vai do humor à ternura, sem esquecer infinitas possibilidades pelo meio.

Entre as imagens do seu portfólio, podemos ver bebés, idosos, mulheres nuas ou paisagens. Em comum, a aparente simplicidade que se apreende ao primeiro olhar. E este é exactamente o objectivo do jovem artista de 33 anos, que se recusa a cair em imagens de leitura complexa.

A paixão pela montagem digital surgiu há 10 anos, mas as criações mais cuidadas surgiram só há cerca de dois anos. Daí que agora se veja mais como criador do que mero fotógrafo. O facto é que as suas digitais têm uma forte componente fotográfica, mas também uma magia apenas possibilitada pela manipulação digital. E é esta composição que lhe permite, como o próprio Ionut Caras admite, chegar a mundos fantásticos muito para além da própria Roménia – e até do próprio mundo, como o conhecemos.

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "Age Of Innocence II".

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "Breaking The Rules".

As cores são vibrantes, vindas de uma plasticidade e de um surrealismo que vive a cada respirar cromático. Imaginamo-las assim quando pensamos no País das Maravilhas, da doce Alice, ou nos mundos que Gulliver conheceu, nas suas intrépidas viagens. E são cores dessas que polvilham as composições digitais de Ionut Caras. Até nos trabalhos mais sombrios ou mesmo a preto e branco. Parece uma antítese? Certamente, mas as imagens fortes terão sempre um desígnio da plasticidade cromática, mesmo que em tons cinzentos. Dão-nos cores à imaginação, pelo menos.

A composição digital estará sempre associada a polémica nos amantes da fotografia pura. Poderemos considerar fotografia imagens como as de Caras, em que a imagem original foi transformada num mundo paralelo graças à tecnologia digital moderna? Qual a fronteira em que se estabelece a cisão entre fotografia e composição digital?

Longe de todas as questões, permanece o estético em cada imagem. Uma beleza acentuada pelo toque exótico e irreal das diferentes composições, um pouco como se estas se tivessem perdido de referências no espaço e tempo. Ao ver o trabalho de Caras, fiquei particularmente perdida numa casinha azul, sob um céu estrelado. Não sei se essa casa fica na Roménia, em Portugal ou mesmo no Brasil. Não sei sequer se é real. Mas, da maneira que foi trabalhada por montagem digital, ficou exactamente à medida dos nossos sonhos.

Veja o site oficial do autor.

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "Dreaming To Another World".

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "The Snowflake Dreamer".

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "The Spring Has Come".

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "The Swan".

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "Warm Blanket Of Nature".

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "This Year Will Be A Good Year".

caras, digital, fotografia, ionut, manipulacao, romenia © Ionut Caras, "Taste Of Freedom".

marisa figueiredo

sonha em abrir uma livraria-chocolataria para que possa juntar os seus dois prazeres.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x2
 
Site Meter