Exorcismos, Amores e Uma Dose de Blues: um livro em expansão

A capa é o primeiro contato visual que temos com um livro, e pode ser a fronteira entre comprar a obra ou não. Mas além da parte gráfica, a obra literária pode se utilizar de inúmeros recursos transmídia para despertar o interesse do leitor. Conheça um deles em "Exorcismos, Amores e Uma Dose de Blues", um dos novos trabalhos de Eric Novello.


eric, fantasia, literatura, livro, multimedia, novello, tumblr © "Exorcismos, Amores e Uma Dose de Blues", de Eric Novello (ilustração Chapeleiro Louco, por Carolina Vigna Maru).

Apesar do ditado, o livro é julgado pela capa, sim. Na maioria das vezes esse é nosso primeiro contato com uma obra literária. Aquela cobertura gráfica que pretende dar um puxão no nosso braço quando passamos rente a ela em uma livraria. Uma boa capa chama a atenção, desperta a curiosidade, instiga o potencial leitor a puxar o livro, passar a mão, aproximar os olhos, abrir com cuidado, ler as orelhas e folhear as primeiras páginas. Bem, isso quando estamos frente a frente com o objeto. Mas e na internet?

Claro, existem as imagens de capa e contracapa divulgadas e compartilhadas pelas redes sociais e blogs. Existem os arquivos em .pdf com uma amostra do texto, para servir de degustação. Existem as palavras do próprio autor sobre sua obra, para tentar nos aproximar um pouco mais daquele universo que ainda não conhecemos. Só que palavras para chamar a atenção para mais palavras nem sempre é lá muito eficiente. O recurso de acrescentar informação extra a uma obra literária (entrevistas, glossários de neologismos e/ou línguas inventadas, mapas, enciclopédias wiki, contos spin off, etc) funciona muito mais para entreter o leitor que já conhece a obra do que para atrair novos leitores. A pessoa que não conhece aquele trabalho quer um motivo para ler. Quer ser convencida a começar a ler a história, e isso nem sempre acontece lendo outra história antes. Principalmente se o leitor potencial é alguém que nunca ouviu falar do autor, da editora e, talvez, nem conheça muito bem o gênero literário em que se passa aquela ficção. E é aí que o recurso multimídia entra. Ele agarra pela gola da camisa qualquer leitor.

A capa é um dos mais antigos recursos. Uma imagem com um título, simples assim. Mas com a internet à nossa disposição oferecendo tantos outros recursos mais elaborados, por que não aproveitá-los?

eric, fantasia, literatura, livro, multimedia, novello, tumblr © "Baccana con un tino", de Andrea Mantegna (1458-1490).

eric, fantasia, literatura, livro, multimedia, novello, tumblr © "O Fumante de Ópio", de Mariano Fortuny (1867).

E foi isso que fez o autor Eric Novello, ao criar um tumblr para divulgar um de seus novos trabalhos: Exorcismos, Amores e Uma Dose de Blues. Eric, carioca que mora em São Paulo, é escritor, roteirista, tradutor e consultor da Editora Draco. Sua publicação mais recente é o livro A Sombra no Sol. Para ver a lista completa de publicações do autor, acesse aqui.

Conversei com o Eric e a primeira pergunta que fiz foi sobre a criação do tumblr: “Já tinha a ideia de usar ferramentas sociais na divulgação dos próximos livros. Comecei com um blog de bastidores contando as minhas mudanças de ideias e desafios de desenvolvimento. Quando li uma entrevista do Umberto Eco falando de como entrevistas e explicações empobrecem a leitura, pensei em um jeito de falar do conteúdo do livro enriquecendo o diálogo em vez de entregar tudo mastigado”.

Acredito que esse seja o ponto chave da divulgação. Não apenas engrossar o conteúdo da história em si, mas expandir o universo dela. Somos criaturas emocionais, nossa percepção sensorial é quem manda. Então quando podemos sentir a atmosfera do mundo ficcional, criamos uma empatia muito maior com ele. A grande vantagem do tumblr é que ele atinge uma quantidade enorme de gente através das reblogações. Se você tem um tumblr e segue uma quantidade razoável de gente, sabe que aparecem coisas incríveis no dashboard, surgidas sabe-se lá de onde. Essas descobertas involuntárias podem se tornar grandes ferramentas de divulgação.

“Algumas pessoas já vieram falar comigo por causa do tumblr. Falaram que estão curiosas com o livro. Mas acho que o tumblr terá mais graça para quem estiver com o livro em mãos”.

Quando a proposta é ousada e vai além da zona de conforto da maioria das pessoas, suportes imagéticos podem ser ainda mais persuasivos. Apesar de, à primeira vista, parecerem servir como uma faca de dois gumes, acredito que a atenção despertada supera qualquer receio. Com imagens, a abordagem do erotismo e da sexualidade na obra de Eric ganha vida.

“O pessoal se sente intimidado com o que coloco lá, mas de vez em quando alguém comenta comigo”.

eric, fantasia, literatura, livro, multimedia, novello, tumblr © "Cristo com sacos de compras", de Banksy.

Pedi ao autor para falar um pouco da história e da atmosfera dela, como ela se relaciona com as imagens, músicas e vídeos postados no tumblr. O blues é um dos elementos mais importantes.

“Depois de uma puta pesquisa sobre o gênero, peguei os assuntos que mais se repetiam nas letras e vidas dos artistas e trouxe para o livro. Amores problemáticos, drogas, azar, pactos e muito do que compõe a mítica do blues. A trama conta a história de um exorcista que devia exorcizar uma musa que possuiu uma rockeira, mas se apaixonou pela musa e falhou. Anos depois, a musa volta ao nosso plano e ele tem a chance de encarar o passado e corrigir a burrice que fez (se é que foi uma burrice, quem decide não sou eu). Por baixo dessa capa de fantasia tem um debate sobre o corpo que curto muito: 1. Pelo que nos apaixonamos afinal? Pelo corpo (a rockeira) ou pela essência (a musa) de uma pessoa? Nem todos os personagens são corpóreos, alguns se transformam em animais (se nosso corpo é nossa identidade, qual etapa da transformação é a deles?), os humanos são frágeis, os personagens são falhos. Algo que fiz questão”.

eric, fantasia, literatura, livro, multimedia, novello, tumblr © B. B. King, Rei dos Blues (fotografia por F. Antolin Hernandez).

eric, fantasia, literatura, livro, multimedia, novello, tumblr © "Hesiodo e a Musa" de Gustave Moreau (1857).

“O tumblr tem uma missão principal: fazer a ponte entre a fantasia e a realidade. Simples assim. Ao enfraquecer essa fronteira, ele prepara o caminho para o livro. Dentro disso, há as camadas de entendimento que geralmente são invisíveis na narrativa, e o tumblr ajuda a reforçá-las sem estragar as surpresas. Temos o blues, há a arte (musa!), há esculturas opressivas e a questão do corpo que pra mim é muito importante. Algo mais óbvio pode ser a abordagem do erotismo e da sexualidade, já que o protagonista é bissexual e a cena de sexo do livro é fundamental para o desenvolvimento do personagem”.

eric, fantasia, literatura, livro, multimedia, novello, tumblr © "A Lagarta", ilustração de Sir Jonh Tenniel, para o livro "Alice no País das Maravilhas" (1865).

Perguntei ao Eric se ele pretende criar outras formas de espalhar a obra por aí, ao que ele me respondeu que sim: “Tem ilustras e vídeos que farão parte do pacote de divulgação”.

Acesse o tumblr do autor e conheça seu site oficial.


Débora Vieira

é escritora, artista plástica e criadora insaciável de universos. Tem medo de borboletas e não sabe andar de bicicleta.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //Débora Vieira