E não viveram felizes para sempre

Tudo começa com "Era uma vez" e termina em "E foram felizes para sempre". O desenrolar da história perde-se num momento, numa ocasião. O interruptor da luz impulsiona a narrativa e, depois de para sempre, há o mergulho na escuridão. O fim da história. Para sempre é muito tempo. Que promessa é esta? Que certeza? Como pode um final feliz terminar com um ponto final? Onde estão as vírgulas, as interrogações das incertezas e as reticências do silêncio? Conheça o disparo do fotógrafo Thomas Czarnecki sobre os contos de fada.


conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "The little Mermaid - On the other shore".

Conto. Não conto. Conto? Este conto não tem um final feliz. O seu fim é trágico, o ambiente é decadente, obscuro e mórbido. As personagens são figuras femininas da Disney que o leitor talvez reconheça como princesas. O tempo, esse, se mantém: "era uma vez..." E o fim? Como seria de esperar, é “Não viveram felizes para sempre”.

"From Enchantement to Down" ("Do encantamento à queda") é o disparo lançado pela objectiva do fotógrafo Thomas Czarnecki, que torna os contos de fada da Disney não num sonho, mas num pesadelo. Czarnecki estudou publicidade em Saint-Luc, na Bélgica, e é o atual diretor de arte da Leo Burnett, em Paris, continuando a trabalhar como fotógrafo freelancer.

O choque entre a inocência dos contos de fadas e a realidade sombria da cultura foram a alavanca que levaram o fotógrafo às encruzilhadas da inocência e doçura das personagens da Disney bem como a recriar um novo universo. Um campo imaginário com um destino fatal, de personagens sem encanto, e o confronto do universo ingénuo e inocente dos contos de fadas com a realidade. O mistério está no autor da tragédia, que não se encontra presente.

conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "Cinderella - Too fast".

As doze badaladas da meia noite não assinalavam simplesmente a fuga da Cinderela. A pressa determinou a sua morte, sendo assinalada pela perda do sapato.

conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "Snow White - My sweet Prince".

A Branca de Neve não foi salva pelo príncipe. Terá sido verdadeiro e decisivo o golpe da rainha? O mesmo acontece com o Capuchinho Vermelho. Atacada pelo lobo? Imagens sinistras, cenas de crime e quartos abandonados traduzem a inquietação da narrativa.

conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "The little red ridding hood - Happy end".

conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "Spleeping Beauty - Naughty girl".

A Bela Adormecida, afinal, foi vítima da sua desobediência e comportamentos impróprios. A maldição estava incutida nela própria e não no exterior.

conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "Pocahontas - One more trophy".

Pocahontas era apenas um mito romântico. Thomas Czarnecki retrata-a como um troféu de alguém – uma vitória que viola os princípios da ética e é fortemente desencorajada.

conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "The Beauty and the Beast - Not so romantic".

conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "Jasmine - One last wish".

A Bela e a Fera ficaram aquém do romantismo, a Jasmine foi intoxicada com o seu último desejo, a Pequena Sereia morreu na praia e a ambição e curiosidade da Alice no Pais das Maravilhas aprisionaram-na a uma caverna sombria. O símbolo da sua curiosidade, o coelho branco, jaz morto.

conto, Czarnecki, de, fadas, morbido, Thomas, tragedia © Thomas Czarnecki, "Alice - just a trap".

As fotografias de Thomas Czarnecki são o último suspiro dos contos de fadas, questionando as suas promessas e profecias. Conheça estas e outras obras no website do autor.


Branca Dias

é uma pessoa que troca a sua vida por um sonho.
Saiba como escrever na obvious.
version 5/s/fotografia// @obvious, @obvioushp //Branca Dias