Nick Pedersen: o mundo depois do que conhecemos

“Ultima – parte I” é um trabalho de ilustração fotográfica em que Nick Pedersen se deixa levar pela imaginação, pela ciência e pela História e cria um mundo no qual a natureza volta a dominar e o Homem é obrigado a vergar e ser humilde perante a sua força. Em que as construções humanas foram há muito abandonadas e não são mais do que pontos de apoio para a vegetação que se funde nelas.



ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

Pedersen é um artista multimédia e ilustrador, mas também, de certa forma, um ambientalista. Todo o seu trabalho se concentra no impacto que a ação humana tem na natureza, na batalha entre o mundo construído pelo Homem e o mundo natural e no conflito entre as culturas modernas e as primitivas. A sua visão, de uma maneira ou de outra, retrata esta disputa como “uma colisão de forças que resultam em cenários teatrais e pós-apocalípticos”, segundo Pedersen.

“Ultima – parte I” é o seu mais recente projeto e prende o olhar, antes de tudo, pela profundidade e proliferação do verde. Uma personagem de aspeto tribal move-se através de cenários outrora urbanos, onde a natureza invadiu e se instalou, como se tomando posse daquilo que sempre lhe pertenceu. Ali, não só a vegetação e a água encontraram o caminho através de cimento e alcatrão, mas também os animais selvagens alargaram os seus habitats, numa época em que parece não haver lugar para o homem moderno. Nesta série de doze ilustrações fotográficas é narrada a redescoberta de um passado há muito esquecido - o mundo como o conhecemos.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

Dado que um dos principais interesses do ilustrador consiste na descoberta do aspeto que as nossas cidades teriam após um abandono de mais de mil anos, este projeto oferece uma possível perspetiva do que será o mundo daqui a uns milhões. Pedersen revela, no seu “artist statement”, que procurou criar “justaposições impressionantes entre as ruínas da civilização moderna e uma utopia ecológica futurista”.

O projeto baseia-se na pesquisa do artista sobre as mudanças ao nível do clima e das placas tectónicas. Segundo concluiu, um dia não só teremos mais zonas do planeta com um clima tropical, como o nível da água irá subir drasticamente. Existe também a possibilidade de que os continentes voltem a colidir, formando novas montanhas e criando um enorme mar interior. “Ultima – parte I” pretende ilustrar a interpretação visual de Pedersen sobre esse super-continente que os cientistas prevêem e já batizaram de “Pangea Ultima”.

Por fim, o projeto colhe ainda uma boa dose de inspiração de histórias de tribos desconhecidas e culturas extintas, como é o caso dos “Anasazi”, nome Navajo usado, controversamente, para designar os povos ancestrais que habitaram a zona de Four Corners, nos Estados Unidos, até meados do século XIII. A mesma zona foi então ocupada pelos Pueblos, que criaram toda uma mitologia sobre os seus antecessores, realizando procissões e mantendo santuários até aos dias de hoje. Fascinado com a forma como ruínas deixadas por povos anteriores podem influenciar e condicionar a vida dos povos seguintes, Pedersen quis, com este trabalho, conferir um sentido contemporâneo à história.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

O artista afirma que, acima de tudo, “Ultima – parte I” pretende ser um vislumbre de um mundo hipotético, e “oferecer aos espectadores um espaço para contemplar o futuro do nosso planeta”.

Pedersen é natural do Utah, nos Estados Unidos, e vive atualmente no Brooklyn, em Nova Iorque. Possui formação em fotografia, gravura e artes digitais e expõe desde o início da sua formação universitária, tendo participado já em cerca de 20 exposições, a maioria de grupo. Conta, porém, com pelo menos duas exposições individuais até ao momento e algumas participações em conferências, como artista convidado. Para conhecer mais sobre o seu trabalho consulte o seu site e a sua página no Behance.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

ambiente, fotografia, ilustração, nuck, pedersen, planeta, selva, utopia © Nick Pedersen.

inês petiz

é artista. E não poderia ser nenhuma outra coisa.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x3
 
Site Meter