Stephen Wiltshire: desenhar paisagens de memória

O inglês Stephen Wiltshire é famoso por desenhar paisagens gigantescas e incrivelmente detalhadas baseando-se apenas em sua própria memória desses locais. Conheça o talento do artista e suas maravilhosas criações.


desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire em Madrid.

Stephen Wiltshire, nascido em Londres em 1974, era uma criança que possuía dificuldades em se relacionar e não falava. Sua comunicação se dava através de seus desenhos. Num curioso episódio, seus professores o privaram de material escolar de arte, na tentativa de estimular o pequeno Stephen a interagir com os colegas. Isso levou Stephen a dizer suas duas primeiras palavras: “papel” e “lápis”.

O talento que desabrochou cedo se tornou largamente conhecido quando o inglês apareceu no programa televisivo “The Foolish Wise Ones”, da BBC, em 1987, sendo apresentado como “a melhor criança artista da Grã-Bretanha”. Desde então sua carreira artística decolou e sua reputação só tem crescido pelo mundo inteiro. Se o artista para em algum lugar para desenhar, rapidamente uma legião de fãs se aglomera para observar sua maestria.

Stephen Wiltshire possui a capacidade de memorizar cada detalhe de uma gigantesca paisagem urbana durante um voo de helicóptero de apenas 20 minutos, um passeio a pé pelas ruas ou durante uma observação do topo de um arranha-céu. Após absorver o visual em sua mente, o artista desenha o cenário que viu com incrível perfeição e talento.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire, vista aérea da Casa do Parlamento, Londres.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire, vista da linha do horizonte de Londres a partir da BT Tower .

Seus desenhos possuem um alto nível de detalhamento. Desde pequenos esboços feitos para demonstrações na mídia até panoramas completos que se estendem por mais de dois metros de comprimento. Na ponta da caneta, o artista reproduz com precisão e traços seguros os contornos de prédios, arranha-céus, pontes, litorais, parques e até mesmo veículos e a superfície da água. É impressionante o cuidado minucioso em traçar cada mínimo detalhe, como quem esculpe e dá vida a toda uma cidade. Mas Stephen não apenas reproduz o que vê. O artista adiciona a forte personalidade de seu traço ao cenário, o que torna seus trabalhos bastante autorais e facilmente reconhecíveis. Quando faz seus desenhos panorâmicos na frente de uma platéia, o público observa boquiaberto e admirado a habilidade e a agilidade do inglês.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire, Londres a arder.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire, Central Park, Nova Iorque.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire, Rio de Janeiro.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire a desenhar o panorama de Jerusalém.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire a desenhar Nova Iorque.

Sempre confortável e simpático na frente das câmaras, Stephen Wiltshire adora falar sobre sua galeria em Londres, sua arte e as inúmeras cidades que visitou mundo afora. O artista também possui grande interesse por música – rock ‘n roll, funk, soul e outros estilos – e está sempre com seu iPhone, como pode ser visto em muitas das fotos em que aparece com os característicos fones brancos nos ouvidos, enquanto está absorto em suas criações urbanas. E seu talento se estende para o canto. Em mais um curioso episódio de sua vida, certa vez numa viagem à Rússia, em Moscou, Stephen cantou a Carmen inteiramente da memória. Ele havia visto a ópera na televisão e lembrava quase perfeitamente.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire em Sydney.

Tendo viajado o mundo, feito várias exposições, colecionado uma legião de fãs, participado de diversos programas e noticiários e tendo sido nomeado pela Rainha Isabel II, em 2006, um Membro da Ordem do Império Britânico em reconhecimento pelos seus serviços ao mundo da arte, certamente o artista merece o título de “rockstar do mundo da arte”, como apelidou um jornalista.

Durante um vídeo em que Stephen está em pé na frente de um panorama de Nova York que acabara de completar, quando questionado sobre como se sentia naquele momento após terminar o desenho, o artista abre um bonito sorriso e responde: “Feliz”.

Acesse o site do artista.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire, vista de Edimburgo a partir de Calton Hill.

desenho, memoria, paisagem, Stephen, Wiltshire © Stephen Wiltshire, A cúpula da Catedral S. Paulo, Londres.


alliah

é escritora, artista plástica e criadora insaciável de universos. Tem medo de borboletas e não sabe andar de bicicleta.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x5
Site Meter