andrew myers - arte de parafuso

Andrew Myers fez uma criação de entrar em parafuso: o artista alemão utiliza até 15.000 pequenos parafusos para formar rostos ao detalhe, fazendo uso da volumetria e da cor. Conheça aqui o trabalho do artista residente na Califórnia.



01_Andrew_Myers_BenP_Piece_9836_I_01.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

Andrew Myers tornou-se um nome um pouco mais conhecido quando o seu projecto "Screw Art" foi eleito um dos projectos mais inspiradores de 2011, pela My Modern Metropolis, um website de arte moderna. O artista nascido em Braunshwig, na Alemanha, cresceu em Espanha, sob o clima continental europeu e influenciado pela arquitectura mais clássica. Apesar de esta faceta mais tradicional ter influenciado o seu crescimento artístico, Myers inspira-se também no design moderno para as suas peças.

Ao observar as imagens de "Screw Art" de Andrew Myers, é inevitável pensar naqueles pequenos objectos de decoração modernos: as caixas de pregos em que, ao fixarmos a nossa mão (ou qualquer outro objecto), os pregos tomam a sua forma, como um molde instantâneo que se desfaz num segundo. Inspirado ou não por estes pequenos objectos, Myers cria peças minuciosas que refletem a sua dedicação e inclinação para o detalhe.

02_Andrew_Myers_BenP_Piece_9836_I_02.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

Em vez de pregos, Myers utiliza parafusos nas suas criações. Um a um, ele aparafusa as pequenas peças, dando volumetria aos seus rostos e pintando-os de forma a dar não só cor, mas também sombra aos seus quadros. O resultado são figuras com relevo, detalhadas na sua execução e que nos surpreendem quando nos aproximados: cada ponto é colocado com uma precisão milímetrica e na tonalidade correcta, juntando a aspereza do material à suavidade e fluidez das figuras que se desenham. No total, Myers chega a utilizar 15.000 parafusos por quadro, cada um colocado à sua profundidade num painel de madeira.

"Como artista, procuro aumentar o meu conhecimento da arte e da vida, ultrapassar sempre os limites da criatividade e retribuir o amor e a paixão que me foi dada". Esta é a declaração do artista, o ponto de partida para as suas instalações, telas, vídeos e esculturas. Com 20 anos, mudou-se para a Laguna Beach College of Art and Design, sem nenhum estudo formal de arte. Aí, desenvolveu as suas capacidades de escultura e pintura figurativa durante dois anos e meio, resultando o seu estilo numa combinação de técnicas inovadoras de grande atenção ao detalhe.

Mais recentemente, Myers tem elaborado trabalhos por encomenda, como para a Igreja Católica de St. Catherine e para a cidade de Laguna Beach. A sua arte já apareceu em diversos media, como o LA Times' Coastline Pilot, o OC Register's Laguna New Post, a H Magazine e a NBC San Diego. ficou em primeiro lugar em Escultura no Festival Sausalito Arts e em segundo lugar no Sculptural Pursuit Maganize's National Sculpture Competition.

03_Andrew_Myers_Self_Port_I_03.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

04_Andrew_Myers_Self_Port_I_04.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

05_Andrew_Myers_Self_Port_I_05.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

06_Andrew_Myers_Bill_I_06.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

07_Andrew_Myers_Bill_I_07.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

08_Andrew_Myers_La_Mona_Bethany_08.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

09_Andrew_Myers_La_Mona_Bethany_09.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

10_Andrew_Myers_John_10.jpg © Andrew Myers, "Screw Art".

diana guerra

é normalmente zote, mas dizem que também se interessa por arte, cultura e essas coisas óbvias.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x2
 
Site Meter