Da Vinci: do gênio ao mito

Suas pinturas são icônicas, seus projetos e desenhos referências em diversas áreas, foi adorado por príncipes e reis. Pintor e escultor, Leonardo Da Vinci, realizou trabalhos e pesquisas nas áreas de arquitetura, ciências, matemática, engenharia, anatomia e botânica, além de música e poesia. Atividades que o transformaram no símbolo do homem renascentista. Quinhentos e sessenta anos depois de seu nascimento, sua imagem nunca foi tão cultuada e contemporânea.



Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci, "Dama com Arminho".

Leonardo da Vinci (Anchiano, 15 de abril de 1452 – Amboise, 2 de maio de 1519), foi um elemento essencial do alto renascimento, aliando arte e ciência em cada obra. Aos vinte e oito anos, já recebia encomendas, nas quais demonstrava de maneira promissora suas habilidades e capacidade inventiva. Suas pinturas apresentavam uma criativa composição do espaço, assim como um refinamento nas cenas, até mesmo as mais simples – e inacabadas. Como Freud coloca: “Ele foi um homem que acordou cedo demais na escuridão, enquanto os outros continuavam a dormir.”

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci, "A Adoração dos Magos".

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci - estudo de embriões.

Sua fama e importância nunca declinaram ou se perderam pela história. Da Vinci sempre foi referência para os artistas que o sucederam, tanto na Itália quanto em toda a Europa. Menos de cem anos após a sua morte, Da Vinci já era reverenciado na obra de Giorgio Vasari - a primeira obra biográfica sobre artistas - As Vidas dos mais Excelentes Pintores, Escultores e Arquitetos (1550):

“No curso natural dos acontecimentos, muitos homens e mulheres nascem com talentos notáveis, mas, ocasionalmente, de uma maneira que transcende a natureza, uma única pessoa é maravilhosamente dotada pelo céu com a beleza, graça e talento em abundância tal que ele deixa os outros homens para trás, todas as suas ações parecem inspiradas e, na verdade tudo o que faz claramente vem de Deus e não da habilidade humana. Todos reconhecem que isso era verdade em Leonardo da Vinci, um artista de beleza física excepcional, que mostrou infinita graça em tudo que ele fez e que cultivou um gênio tão brilhante que todos os problemas que estudou, ele resolveu facilmente.”

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci - estudos do braço mostrando o movimento efectuado pelos biceps (imagem da esquerda) e "Homem de Vitrúvio" (imagem da direita).

Sua genialidade ganhava ainda mais espaço devido a sua personalidade carismática, que o auxiliava a estabelecer contato com pessoas importantes, como Lourenço de Médici, Ludovico Sforza, a família Bórgia e Francisco I, o rei de França. Com apoio de príncipes e mecenas, Da Vinci realizou projetos de fortificações, armas de guerras, cenários para teatros e projetos arquitetônicos para uma nova Florença.

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci - estudos de um cavalo.

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci, "A Virgem o Menino Sant'Ana e São João Batista".

Seus cadernos de desenhos tornaram-se obras de arte a parte – não apenas pelos aspectos estéticos, mas também pelos projetos ali apresentados, como a máquina de voar. Nem todos os seus estudos são originais. Da Vinci sabia retomar questões importantes e estudos inacabados de mestres – ou desconhecidos – do passado e atualizá-los de acordo com a necessidade de seu tempo. Em seu período de vida, apenas Michelangelo foi capaz de rivalizar com a fama de Da Vinci. O artista criador da Mona Lisa defendia a superioridade da pintura em relação ao trabalho escultórico do pai da Pietá.

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci, "A Anunciação".

Apesar de suas obras inacabadas e muitos de seus escritos estarem incompletos, isso nunca impediu que suas ideias ganhassem o mundo. O próprio Leonardo convidava contemporâneos seus para discutir ideias e projetos. Uma maneira de o artista se manter em voga, mesmo quando não tinha nenhuma obra nova. Mais do que um artista, Da Vinci era um homem que sabia como conquistar o público e conseguir críticas positivas em relação ao seu trabalho.

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci, "A Última Ceia".

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci - estudo do Vale do Arno.

Suas pinturas são icônicas e cada uma capaz de gerar uma série interminável de discussões. A Última Ceia (c.1495-1498) é uma das obras mais admiradas do artista. O afresco do refeitório do convento de Santa Maria delle Grazie é um marco na história da arte e influenciou diversos artistas. Nessa obra, Da Vinci, foi capaz de imprimir personalidade a cada um dos apóstolos de Cristo; e, em um período em que a perspectiva e a espacialidade ainda estavam sendo estudado, o artista foi capaz de demonstrar sua capacidade de organização espacial e grande domínio da técnica. Da Vinci também revelou seu espirito para a experimentação, com a criação dum método novo para pintar afresco, que levou à deterioração da obra.

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci, "São João Batista".

Adoração dos magos é um dos quadros mais importantes da história da arte ocidental e, no entanto, encontra-se inacabado. É apenas o estudo preparatório, sem nenhum trabalho em cor. Pouco antes de abandonar o projeto – para trocar Florença por Milão - Da Vinci o expôs ao público. Nessa obra, o artista já antecipava a técnica de tratamento da cor, da luz e da sombra que desenvolveria em outras obras. Sem contar a identificação dos personagens através da psicologia de cada um e a variedade de gestos e atitudes retratados na cena. Por fim, as inovações propostas por Da Vinci se tornaram cânones da arte do alto renascimento.

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci - pintura inacabada de São Jerónimo no deserto.

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci - estudo para um retrato de Isabella d'Este.

Após sua morte, seus escritos se espalharam por entre os artistas – e nem sempre de maneira lícita – influenciando gerações. De Rafael a Botero, passando por Duchamp, e chegando a Vik Muniz, as obras do artista foram inspiração ou base para a produção de novos trabalhos. Da Vinci, mais que um gênio que soube aliar arte e ciência, entendeu a importância da autopromoção e soube construir sua imagem, transformando-se, mais que um símbolo do renascimento, em um mito.

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci, "Mona Lisa".

Da, desenhos, génio, Leonardo, pintura, Renascimento, Vinci Leonardo da Vinci - desenho.

Quer saber mais sobre Da Vinci? Leia também: As máquinas de guerra de Leonardo da Vinci



carolina carmini

gosta de pensar que se não tivesse nascido, alguém a teria inventado.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v5/sDa,desenhos,génio,Leonardo,pintura,Renascimento,Vinci,artes e ideias,maispopular,maispub
Site Meter