Nada se cria, tudo se copia

Às vezes, quando algo surge, não temos a impressão de já ter visto aquilo em algum outro momento? Tomada por essa constante sensação, Lilah Ramzi criou o Part Noveau, um blog que faz comparações e análises sobre o que é considerado novidade e o que realmente o precedeu.


01_Lilah_Ramzi_01.jpg © Lilah Ramzi.

Atualmente, quando paramos para observar certas criações de moda, publicidade, cinema e afins, não parece que a sensação é totalmente de déjá vu? Sim, porque toda a carga de criatividade parece ter-se esgotado e tudo não passa de cópia, mesmo que tenha ares de novo e exclusivo. Releituras de moda estão aí para provar isso: afinal, quem nunca se espantou ao notar que aquela peça que você vergonhosamente não tirava do corpo algumas décadas atrás se tornou novamente um ícone e objeto de desejo das it girls?

Quando estava fazendo seu trabalho de pós-graduação em História da Moda, a americana Lilah Ramzi ficou com a impressão de que tudo que via parecia se repetir de certa forma. Tomada por uma certa inquietude, Lilah decidiu que era hora de aprofundar essa pesquisa e concluiu que, de fato, nada se cria, tudo se copia. Assim surgiu o Part Noveau, um projeto onde ela reúne referências fotográficas, comparando lado a lado as versões novas e antigas.

02_5.20_Rene_Magritte_and_Andrew_Matusik_02.jpg © Rene Magritte e Andrew Matusik.

O Part Noveau acabou se tornando um grande achado para quem deseja comparar produções artísticas e treinar o olhar para reconhecer e dar crédito ao que veio antes. Além, claro, de ser um blog onde dá para aprender um pouco sobre história, fotografia e arte.

Em suas atualizações quase que diárias, no Part Noveau é possível acompanhar o embate entre o novo e o contemporâneo, em fotografias selecionadas por Lilah cuidadosamente. No blog ela também faz uma boa análise das comparações, revelando os elementos similares encontrados em cada uma das produções. E é um exercício divertido notar como a criatividade se tornou escassa e repetitiva, mostrando que, na verdade, o ser humano pouco tem feito de novo, apenas tem adaptado o que já deu certo em algum momento.

03_Alfred_Hitchcock_and_Norman_Jean_Roy_03.jpg © Alfred Hitchcock e Norman Jean Roy.

Lilah Ramzi é pós-graduada em História da Moda e descreve-se como uma pessoa antiquada e até um pouco clichê, mas também elegante. Como historiadora de moda, é claro que ela não poderia deixar de eleger como seus estilistas favoritos nomes como Christian Dior, Jacques Fath e Cristobal Balenciaga. Seu amor por história da moda surgiu por conta dos clássicos hollywoodianos, onde ela sempre buscou inspiração. Para ela, a relação com a moda deve ser uma coisa pessoal, sem se deixar influenciar pelas tendências, para não correr o risco de encher o armário com peças que você olha e diz “Meu Deus, no que eu estava pensando?”.

Para se divertir com as comparações feitas por Lilah e até mesmo a fazer as suas próprias, acesse o Part Noveau aqui.

04_Hitchcock_and_Norman_Jean_Roy_04.jpg © Alfred Hitchcock e Norman Jean Roy.

05_Jean_Paul_Goude_and_Fabrizio_Ferri_05.jpg © Jean Paul Goude e Fabrizio Ferri.

06_William_Klein_and_Nagi_Sakai_06.jpg © William Klein e Nagi Sakai.

07_BAT_and_Kenneth_Willardt_07.jpg © BAT e Kenneth Willardt.

08_Horst_P_Horst_and_Tyen_08.jpg © Horst P. Horst e Tyen.

09_John_Rawlings_and_Bianca_Venerayan_09.jpg © John Rawlings e Bianca Venerayan.

10_RIchard_Avedon_and_Mario_Testino_11.jpg © Avedon e Mario Testino.

11_Richard_Avedon_and_Gavin_Bond_11.jpg © Richard Avedon e Gavin Bond.

12_Irving_Penn_and_Sean_Seng_12.jpg © Irving Penn e Sean Seng.

13_Isabella_Blow_and_Lady_Gaga_13.jpg © Isabella Blow e Lady Gaga.

14_Platon-and-Cliff-Watts_14.jpg © Platon e Cliff Watts.

15_Maurizio_Cattelan_and_Pierpaolo_Ferrari_and_Maurizio_Cattelan_and_Pierpaolo_Ferrari_15.jpg © Maurizio Cattelan e Pierpaolo Ferrarri e Maurizio Cattelan e Pierpaolo Ferrarri.

As imagens ilustrativas deste artigo foram gentilmente cedidas por Lilah Ramzi.

Fontes: Part Noveau e The Strand NY.


petit gabi

é uma pessoa comum, que gosta de escrever sobre coisas comuns, para pessoas comuns.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 5/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //petit gabi